Dois presidentes no foco

A semana começa com tensão entre os investidores por conta de pressões contra Donald Trump e Jair Bolsonaro. Antes disso, a semana passada se notabilizou por batimento de recordes em mercados acionários. A Bolsa de Tóquio atingiu pontuação que não aconteceu nos últimos 30 anos. Recordes de pontuação ainda para os três principais indicadores do mercado americano e também para a Bovespa. O Ibovespa encerrou a semana passada com valorização de 5,09% e índice em 125.076 pontos, o Dow Jones com +1,60% e Nasdaq com +2,42%. O dólar por aqui esteve sempre pressionado e terminou o período com alta de 4,35%, cotado a R$ 5,42.

A nova semana começa com tensão pela expansão da Covid-19 e nova cepa ainda mais contagiosa e, principalmente, por pedido de renúncia ou impeachment de Donald Trump. Aqui, também com discussões abertas sobre impeachment de Bolsonaro pela oposição. O candidato da oposição para Presidência da Câmara, Baleia Rossi, tentou suavizar o discurso e foi cobrado por Gleisi Hoffmann sobre acordo escrito para apoio onde constava isso.

Já nos EUA, alguns deputados republicanos pediram que o presidente renuncie. A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, indicou que vai seguir com o processo de impeachment a partir de hoje, e querem votar durante a semana.

Na China, durante a madrugada, tivemos a divulgação da inflação medida pelo CPI (consumidor) de dezembro com +0,7% e inflação em 2020 de 2,50%. Já o PPI (atacado) de dezembro teve alta de 1,1%, mas mostrou deflação em 2020 de 1,8%. No Japão, foi descoberta variante da Covid-19 com brasileiro infectado, na Alemanha os mortos já são 40 mil e, na Bélgica, 20 mil. Aqui, os óbitos já passaram de 203 mil, e os contaminados passam de 8,1 milhões. No mundo os infectados também passam de 90 milhões e a China voltou a fechar algumas regiões por aumento de contágio.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em Nova Iorque mostrava queda de 0,82%, com o barril cotado a US$ 51,81, depois do forte rali de alta da semana anterior de +7,94%. O euro mostrava queda para US$ 1,216 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros em alta para 1,10%. O ouro e a prata tinham altas nessa manhã na Comex, e commodities agrícolas com viés de baixa na Colsa de Chicago.

As Bolsas asiáticas encerraram o dia com quedas, Europa também com desvalorizações e tentando recuperar um pouco, e futuros do mercado americano também operando no campo negativo neste início de manhã. Aqui, devem os seguir a tendência internacional e realizar lucros recentes. Seria preciso que houvesse ingresso forte de recursos para absorver a pressão vendedora.

O Ministério da Justiça quer abrir inquérito para averiguar sugestão de suicídio de Bolsonaro escrito por Ruy Castro e repercutido por Ricardo Noblat. Já a bancada ruralista fechou apoio para o candidato Baleia Rossi, também averiguado por corrupção e delação premiada. Segundo estudo, o término do auxílio desemprego pode deixar 3,4 milhões de brasileiros em extrema pobreza.

Na agenda do dia teremos a nova pesquisa semanal Focus do BC, o saldo da balança comercial na semana anterior nos EUA e discursos de dirigentes regionais do Fed (Rapahel Bostic, de Atlanta; e Robert S. Kaplan, de Dallas). Nossa expectativa é de Bovespa em queda seguindo exterior, dólar ainda pressionado e juros também.

.

Alvaro Bandeira

Sócio e economista-chefe do Banco Digital Modalmais

Leia mais:

Cenário externo estimula alta no mercado brasileiro

Produção industrial registrou avanço de 1,2% em novembro

Artigos Relacionados

Mercado com cautela e inflação chega a 6,10% ao ano

No Brasil, o Ibovespa fechou com alta de 0,59%, em 118 mil pontos; avanço acompanhou o bom humor externo.

Bolsas mundiais operam sem direção única nesta sexta

Mercado local monitora reação do Bolsonaro sobre a decisão do ministro do STF para a instalação da CPI da Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.

Equador: Não haverá contagem rápida no domingo de eleições

Arauz, candidato do ex-presidente Rafael Correa lidera as pesquisas com 37% das intenções de voto contra 30% do candidato do Aliança Creo, o banqueiro Guillermo Lasso.

Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação

Segundo FGV, fato reflete avanço das campanhas de vacinação contra a Covid.

Brasil movimentou R$ 2 tri em transações com cartões em 2020

Transações digitais foram impulsionadas por modernização do mercado e pandemia.

IPCA de março variou abaixo da expectativa do mercado

Nossa projeção para o ano que vem permanece de 6,5%, podendo ser antecipada para este ano.