Dólar dispara com criação de 517 mil empregos nos EUA

148
EUA - cartaz de 'contratando'
EUA - cartaz de 'contratando' (foto de Ting Shen, Xinhua)

O dólar disparou no final das negociações nesta sexta-feira, depois que dados mostraram que o crescimento do emprego nos EUA acelerou acentuadamente em janeiro. Foram criados 517 mil postos, informou o Departamento do Trabalho. A taxa de desemprego caiu de 3,5% para 3,4%, menor em 54 anos.

O robusto relatório de empregos alimentou as expectativas de que o Federal Reserve (Fed) continuará subindo as taxas de juros, impulsionando o dólar.

O índice do dólar, que mede a moeda em relação aos seis principais pares, aumentou 1,16%. O euro caiu para US$ 1,0803, e a libra esterlina para US$ 1,2054.

No Brasil, o dólar fechou cotado a R$ 5,1312, alta de 2% em relação a quinta-feira, quando a moeda norte-americana chegou a ser negociada abaixo de R$ 5.

Espaço Publicitáriocnseg

Nas Bolsas de Valores norte-americanas, o índice Dow Jones Industrial Average caiu 0,38%, para 33.926,01. O S&P 500 caiu 1,04%, para 4.136,48 pontos. O Nasdaq Composite Index caiu 1,59%, para 12.006,95 pontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui