Dólar e recessão puxam superávit

179

Balança comercial já supera um quarto do saldo de todo o ano passado

exportaA balança comercial brasileira apresentou na primeira semana de março superávit de US$ 1,239 bilhão. O saldo positivo acumulado no ano é de US$ 5,202 bilhões, valor superior a um quarto de todo o superávit do ano passado, que somou US$ 19,7 bilhões. As exportações somam US$ 27,714 bilhões, e as importações, US$ 22,512 bilhões. No mesmo período do ano passado, a balança estava deficitária em US$ 6,060 bilhões.
As exportações acumularam média diária de US$ 644,5 milhões, valor 4,6% menor que o verificado no mesmo período de 2015 (US$ 675,6 milhões). Já as importações apresentaram desempenho médio diário de US$ 523,5 milhões, 35,6% abaixo do registrado no mesmo período de 2015 (US$ 813,3 milhões). No ano, a corrente de comércio soma US$ 50,226 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,168 bilhão, 21,6% menos que o verificado em 2015 (US$ 1,489 bilhão).
Na primeira semana de março, cresceram as vendas de produtos manufaturados (15,6%) – puxadas por centrifugadores e aparelhos para filtrar, quadros e painéis de energia, etanol, automóveis, açúcar refinado e aviões – e semimanufaturados (3,6%) – por conta de alumínio em bruto, ouro, celulose e óleo de soja em estado bruto. Já as exportações de básicos caíram 10,3% – devido, princi-palmente, a petróleo, minério de ferro, café em grãos, farelo de soja e soja em grãos.
Do lado das importações, a média diária na primeira semana de março (US$ 471,2 milhões) foi 37,2% menor que a registrada em todo o mês de março do ano passado (US$ 750,8 milhões), por conta da diminuição nos gastos com produtos siderúrgicos (-57,8%), veículos automóveis e partes (-53,4%), combustíveis e lubrificantes (-45,1%), equipamentos eletroeletrônicos (-43,2%), produtos químicos orgânicos e inorgânicos (-38,8%) e equipamentos mecânicos (-38,7%).

Espaço Publicitáriocnseg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui