Dólar perde força ante emergente e pode ser bom sinal para o real

Contrato futuro da moeda norte-americana opera acima das médias de preços de fechamento dos últimos 20 e 200 dias

154
Dólar (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)
Dólar (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

Nesta quinta-feira, os mercados iniciam com as atenções direcionadas para a decisão do Banco Central Europeu (BCE) sobre a sua política monetária, que é acompanhada por uma entrevista coletiva com Christine Lagarde, presidente da instituição. No Brasil, o destaque fica para a participação de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, e Gabriel Galípolo, diretor de Política Monetária, em eventos ao longo do dia.

Nos negócios locais, é esperado que o baixo fôlego no pré-mercado americano pressione qualidades o Ibovespa na abertura, enquanto o dólar permanece estável ante as seis principais divisas, conforme indica o índice DXY, porém opera em baixa ante moedas emergentes, o que pode ser bom sinal para o real.

Os rendimentos das treasuries retomaram altos nesta manhã, enquanto os índices futuros ativos de Nova Iorque ficaram mistos, porém próximos à estabilidade. Na Europa, as principais Bolsas do continente registam-se alta. Por fim, na Ásia as Bolsas também fecharam majoritariamente no positivo nesta quinta-feira.

Na sessão de ontem, o contrato futuro de dólar fechou novamente no positivo, porém com volume de negociação reduzido se comparado à sessão anterior. Com isso a moeda americana segue operando acima das médias de preços de fechamento dos últimos 20 e 200 dias.

Espaço Publicitáriocnseg

.

Travelex Bank

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui