30.1 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Doria publica edital para privatização das linhas 8 e 9 da CPTM

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), publicou nesta terça-feira, o edital para a privatização das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da CPTM, que transportam juntas mais de um milhão de pessoas diariamente. O governo prevê investimentos de R$ 3,2 bilhões. Entre 2021 e 2028. Vão poder participar da concorrência internacional empresas brasileiras e estrangeiras, de forma isolada ou em consórcio. Vence a licitação o participante que oferecer a maior outorga fixa pela concessão das linhas pelo prazo de 30 anos.

“A concessão trará um benefício enorme para os passageiros que usam diariamente essas linhas, uma vez que a iniciativa privada terá como compromisso promover a modernização das estações, realizando importantes obras de acessibilidade e também para aumentar a capacidade das linhas”, afirmou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy. Além de aprimorar a experiência do passageiro no transporte público, a privatização das linhas terá impacto importante na gestão dos recursos públicos. O valor mínimo da outorga é de R$ 303 milhões, sendo uma importante fonte de receita para a CPTM.

A concessionária que assumir a operação e manutenção das linhas 8 e 9 terá que detalhar o projeto e a execução dos investimentos previstos. Também terá que obter as licenças, assim como os recursos necessários. Entre as responsabilidades da concessionária estão ainda a modernização dos sistemas de sinalização e telecomunicações e o aprimoramento nos sistemas de energia, que vão possibilitar a circulação de mais trens nas linhas. O principal resultado desses investimentos é a redução do intervalo entre os trens e a oferta de um serviço melhor à população. O edital prevê ainda a possibilidade de expansão do serviço privatizado como prolongamento das Linhas nas Regiões Metropolitanas de São Paulo e de Sorocaba.

Também faz parte da lista das obrigações a aquisição de 34 trens novos, a renovação do pátio de Presidente Altino e investimentos para transferir as atividades de manutenção da CPTM. Para operar as duas linhas, a nova concessionária vai precisar implementar um novo Centro de Controle Operacional (CCO). Os trens das duas linhas hoje são controlados pelo CCO da CPTM no Brás.

Com a publicação deste edital, o governo Doria cumpre o cronograma de editais de privatização aprovados pelo Conselho e que os investidores podem acessar. Para o primeiro trimestre de 2021, devemos ter leilões de importantes projetos de infraestrutura e serviços, afirma o vice governador Rodrigo Garcia, presidente do Conselho Gestor de Parcerias.

Artigos Relacionados

Justiça autoriza investigação contra deputado por assédio sexual em SP

Em dezembro, deputada prestou queixa contra Fernando Cury por ter sido apalpada pelo colega, cena foi registrada pelas câmeras do plenário da Alesp.

Fiesp: Doria aumenta impostos e descumpre palavra

Para advogado, ajuste fiscal pode ser questionado na Justiça, já que suas regras foram aplicadas por decreto.

Medicamentos oncológicos aumentam em SP com fim da isenção de ICMS

Para tratamento do câncer de mama, como o Letrozol e o Tamoxifeno, por exemplo, terão preços majorados em 13,64% nas farmácias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.

EUA: expectativa por novos estímulos fiscais traz bom humor

Futuros dos índices de NY estão subindo, mesmo após terem atingidos novos recordes históricos no fechamento do pregão anterior.

Ajustando as expectativas

Bovespa andou na quarta-feira na contramão dos principais mercados da Europa e também dos EUA.

Sudeste produz 87,5% dos cafés do Brasil em 2020

Com mais de 55 milhões de sacas a região é a principal responsável pela maior safra brasileira da história.

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.