Drama

Um desempregado argentino de 26 anos de idade suicidou-se ontem com um tiro de escopeta na boca, diante de jornalistas. Câmeras de TV registraram a cena. Matías Bello, divorciado e pai de uma filha, havia convocado a imprensa do município de Tandil (400 km ao sul de Buenos Aires), com o argumento de que ia protestar contra a situação econômica no gabinete do prefeito, Julio Zanatelli. Bello conseguiu entrar no gabinete de Zanatelli, repreendeu-o pela falta de trabalho, discutiu com ele aos gritos e, em seguida, sentou-se em sua cadeira, onde tirou a escopeta do bolso e apertou o gatilho. Na Argentina, calcula-se que o desemprego chegue a 20%, no quarto ano de recessão no país.

Quiromancia
Matemáticos no futebol costuma ter a mesma serventia de economistas na sua área: a de fazerem previsões para os mercados futuros que sofrerão ajustes após ou muito perto do seu vencimento. Em 25 de setembro, com o Campeonato Brasileiro atingindo sua 13ª rodada – quase 50% da primeira fase – um matemático acolhido por um “jornalão” animou-se a jogar os búzios do caboclo Pitágoras e bancar, faltando ainda serem disputados 42 dos 81 pontos totais, os oito times que se classificariam para a segunda base, bem como os quatro mais cotados para o rebaixamento à segunda divisão.
Segundo o matemático, o Palmeiras (com 90% de chances) era favas contadas para a fase seguinte; seguido por São Caetano (85%), Atlético-MG (80%), Fluminense (70%), São Paulo (64%), Ponta Preta (54%), Paraná (46%) e Grêmio (42%). Encerrada a primeira fase, os torcedores palmeirenses devem ter batido às portas do Procon acompanhados dos adeptos do Paraná. Restará o testemunho de solidariedade dos seis times (São Caetano, Fluminense, Atlético-MG, Grêmio, Ponte Preta e São Paulo) apontados corretamente pelo matemático.
O ceticismo maior a ser enfrentado virá, porém, dos aficionados do Bahia (ao qual eram atribuídos chances de apenas 41%) e Atlético-PR (38%). Ambos, contrariando os números, estão classificados para a próxima fase, sendo que o time paranaense ficou em segundo lugar.

Quiromancia II
As previsões sobre os candidatos à segunda divisão tiveram maior margem de acerto: Sport, Botafogo-SP, Gama e Santa Cruz, nessa ordem, foram apontados pelo matemáticos como clubes com maior chance de serem rebaixados. Desses, apenas os torcedores do clube brasiliense podem ficar indignados com o matemático, enquanto os do América-MG – excluído do “grupo da morte” – podem considerar que as previsões foram condescendentes com seu time, que acabou na segundona.

PM solar
A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro é a primeira instituição a receber cabines abastecidas por energia solar. O projeto é uma parceria entre a British Petroleum e a PM, tendo como objetivo demonstrar o potencial de geração da energia solar. “Além disso, temos o benefício da economia de energia e da garantia do suprimento no caso de cabines localizadas em locais isolados, que estão passíveis a quedas no fornecimento”, comentou o secretário estadual de Energia, Wagner Victer, não muito confiante na melhora dos serviços das distribuidoras de energia elétrica Light e Cerj após a privatização.
Victer acrescenta que os postos que já estão recebendo energia solar localizam-se na Praça do Arpoador e na Avenida Atlântica, esquina com a rua Figueiredo de Magalhães – como sempre, na Zona Sul da capital, vitrine do estado. Segundo o secretário, outras cabines receberão o sistema de energia solar (painéis fotovoltaicos) nos próximos meses. “O Rio de Janeiro é líder na utilização da energia solar na região Sudeste, com mais de 50 escolas localizadas em regiões remotas do estado sendo abastecidas dessa forma”, comemora o secretário.

Sennas
A Telemar deveria fiscalizar com mais atenção a circulação de seus automóveis pelas ruas do estado. É comum ver os fiats da empresa correndo bem acima da velocidade permitida, passando por cima de buracos e quebra-molas como se não existissem. Se não for pelo respeito às leis e aos cidadãos, pelo menos para preservar seu patrimônio.

Artigo anteriorTransparência
Próximo artigoFuturo do pretérito
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Argentina fechará com China parceria do Cinturão e Rota

Iniciativa pode ser pontapé inicial para desenvolvimento e integração da América Latina.

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Castello Branco diz adeus à Petrobras

Assembleia de acionistas da estatal aprovou a destituição.

Alerj pede ao STF suspensão do pagamento de dívida na pandemia

Alerj estima que desde março de 2020, quando se iniciou a pandemia, o Estado do Rio já quitou R$ 1 bilhão em juros da dívida com a União.

Governo Bolsonaro tumultua e população vive drama para receber auxílio

Consórcio do Nordeste, formado por todos os governadores da região, defende que governo descentralize pagamento do benefício.

Indústria do cimento cresce 19% no 1º tri

Mau desempenho no primeiro trimestre de 2020, em razão das fortes chuvas e do início da pandemia, frente ao mesmo período de 2021, refletiram na alta do setor.

Metroviários de SP param por vacinas e lockdown

Greve de 24 horas pede medidas de prevenção contra Covid para trabalhadores do transporte público.