Duopólio

“No ano 2000, quando ocorreu a fusão da Brahma com a Antarctica, existiam 850 empresas setoriais no país. Hoje, são apenas 238 que tendem a fechar suas portas se não houver providências por parte do governo, o que levará ao fechamento de mais de 48 mil postos de trabalhos diretos”, denunciou Fernando Rodrigues de Bairros, presidente da Afrebras, associação que reúne os pequenos fabricantes nacionais de bebidas. Coca-Cola e Ambev detêm 78% do volume de mercado e 92% do faturamento do setor.

CPI da bebida
A cobrança de uma taxa de R$ 0,03 por unidade de bebidas envasadas, independentemente do volume e do preço da embalagem, foi o alvo de audiência pública na Câmara Federal, terça-feira, e pode motivar uma CPI, conforme sugeriu o deputado federal João Dado (PDT-SP). A proposta teve apoio de mais de 20 deputados federais que compareceram à sessão.
“Se não houver uma atitude urgente do Ministério da Fazenda e da Receita Federal do Brasil sobre a questão do Sicobe, haverá fechamento em massa das pequenas e médias fábricas de refrigerantes do país, que não suportam mais esta onerosa tributação”, disse Fernando de Bairros, da Afrebras.

Ligações quentes
As três investigações independentes que concluíram que nada houve de errado no que se chamou de Climategate não foram tão independentes assim, relata o professor da Universidade de Virgínia Patrick J. Michaels, em artigo publicado no Wall Strret Journal (“The Climategate Whitewash Continues”).
Relata Michaels que uma das comissões era da própria Universidade de East Anglia – que está no centro do escândalo – e outra constituída e paga pela instituição. Esta, que divulgou esta semana o último relatório, era integrada por Geoffrey Boulton, professor da East Anglia”s School of Environmental Sciences por 18 anos.
Foi lá que surgiu a Unidade de Pesquisa sobre o Clima (CRU, sigla em inglês), origem dos e-mails que “vazaram” e resultaram no Climategate. As mensagens entre os pesquisadores, em essência, levantaram fortes suspeitas de manipulação de dados e boicote a pesquisadores e revista científicas contrários à tese de aquecimento global provocado pela ação humana.

Talentos
Oportunidade de desenvolvimento profissional e pessoal é o item que mais atrai os administradores de empresas em um trabalho, com 42,28% das indicações em levantamento realizado pelo Conselho Regional de Administração (CRA-SP). Mais de 1.200 filiados participaram da pesquisa. Em segundo, terceiro e quarto lugar foram apontados, respectivamente: oportunidade de ascensão na carreira (16,53%); remuneração (15,69%); e bom ambiente de trabalho (12,50%). Pacote de benefícios, com 6,88% das respostas, e programas de saúde e qualidade de vida, com 6,12%, foram os motivos menos votados no levantamento.
A pesquisa lembra frase de Tim Maia: “Não bebo, não fumo, não cheiro; apenas minto um pouco.”

Orçamento de cidade
Nada menos do que R$ 22 milhões é o orçamento para aquisição de bens e serviços da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) em 2010. A entidade será a âncora da nova Rodada de Negócios do Programa Compra Rio, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento, no próximo dia 4. Cerca de 150 empresas de diferentes segmentos são esperadas para ter a oportunidade de negociar produtos e serviços para atender à OAB-RJ. O programa Compra Rio visa a promover a venda de produtos e serviços fluminenses e alavancar a economia do estado. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até dia 31 de julho pelo site www.desenvolvimento.rj.gov.br

Conveniência
O Brasil soma mais de 37 mil postos de serviços, que geram 340 mil empregos diretos e indiretos e tiveram em 2009 um faturamento acima de R$ 192 bilhões. Na área de lojas de conveniência, são 5.500 unidades, com vendas de R$ 2,8 bilhões. O setor estará em Brasília entre os dias 3 e 5 de agosto na Feira de Postos de Combustíveis, Equipamentos e Lojas de Conveniência. A escolha da Capital reflete a facilidade de deslocamento, por ser um importante centro de conexões aéreas do país.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNova fronteira
Próximo artigoChampanhe no gelo

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás

Brasil tenta ampliar diálogo com a UE

Debate da recuperação econômica nas duas regiões e discussão sobre as perspectivas das políticas fiscais