Dupla de DJs do Jetlag lança ‘collab’ de NFTs com DJ Vitor Bueno

Leilão, primeiro NFT 100% beneficente de origem brasileira, acontece em 20 de junho pela plataforma da InspireIP.

Pela primeira vez na história, será lançada, no dia 20 de junho, a primeira coleção brasileira de NFTs (Non-Fungible Tokens) pela dupla de DJs do JetLag Music em parceria com o DJ Vitor Bueno.

O leilão da “collab” brasileira de NFT, que será realizado pela startup brasileira InspireIP, está dividido em três categorias: Platinum, Gold e Silver e oferece benefícios diferentes.

O vencedor do leilão principal, categoria Platinum, terá o seu nome incluído como intérprete no lançamento da música “Where I Stand”, por meio de uma agregadora ou distribuidora, junto com o JetLag Music e Vitor Bueno. O comprador também ganhará um vídeo exclusivo para divulgar nas redes sociais. O valor inicial deste lote parte de R$ 500. Vale ressaltar que o vencedor não terá direito ao recebimento de royalties ou qualquer retribuição originária da música.

Já o leilão secundário, correspondente à categoria Gold, traz a possibilidade de participação de videoconferências com os artistas. Essa categoria é composta por três leilões dos NFTs da imagem feita exclusivamente para a capa da música denominada “Where I Stand”. Além de receber o arquivo correspondente à imagem, cada vencedor também poderá participar de uma videoconferência de, no máximo, 30 minutos com os artistas. O comprador também ganhará um vídeo exclusivo para divulgar nas redes sociais. Os valores deste lote iniciam com R$ 250.

Na categoria Silver, serão leiloadas seis imagens diferentes em formato “.gif” animados, formadas por trechos do lyric vídeo. Cada NFT corresponde a uma delas. Assim como nas outras categorias, o comprador também ganhará um vídeo exclusivo para divulgar nas redes sociais. Nessa categoria, cada uma das seis imagens parte de R$ 100, valor próximo de uma cesta básica.

“Essas NFTs são uma coleção de imagens e animações que foram criadas exclusivamente para o videoclipe da música denominada ‘Where I Stand’, remix feito pelos DJs do JetLag com o Vitor Bueno”, explica Caroline Nunes, CEO/Founder da InspireIP, plataforma de propriedade intelectual criada para facilitar o registro de marcas, direitos autorais e patentes no Brasil usando a tecnologia Blockchain.

Para participar do leilão da primeira coleção brasileira de NFTs da dupla de DJs do JetLag Music, em parceria com o DJ Vitor Bueno, os interessados devem realizar um breve cadastro no site Vitor Bueno e JetLag – Leilão em NFT (inspireip.io).

“Mas, como forma de ajudar aqueles que estão em condição de vulnerabilidade por causa da pandemia que assola o mundo, todo o lucro vindo das vendas dos NFTs da categoria Silver será destinado a uma entidade beneficente que ainda será escolhida pelos artistas. Aliás, é bom destacar que as artes digitais da categoria Silver serão os primeiros NFTs ‘100% beneficentes’ de origem brasileira’”, completa Caroline Nunes, advogada especialista em Propriedade Intelectual, mestra em Direito de Entretenimento pela University of Southern California, doutoranda em Direitos autorais e Blockchain pela Brunel University of London e pesquisadora de inovação do Baptista Luz.

O projeto JetLag Music é formado pelos DJs Paulo Velloso e Thiago Mansur, responsáveis pelos sucessos das músicas eletrônicas “Oração”, “Trem-Bala” e “Floripa”, entre outros hits. Nos últimos três anos o JetLag colecionou vários passos importantes como: Ultra Brasil; Lollapalooza Brasil, Chile e Argentina; EDC México; Planeta Brasil e Rock In Rio. Já o jovem DJ goiano, Vitor Bueno, é uma das novas promessas do cenário da música eletrônica brasileira. Com quase 500 mil ouvintes mensais no Spotify, Vitor é coautor dos sucessos “Atomic Bomb”, “Who the f*ck is Jenni” e “Habla Compadre”. Recentemente, com Juan Alcasar e Procopio, Vitor Bueno e Jetlag Music também publicaram um remix oficial da música “A cor é rosa”, sucesso do cantor Silva.

O NFT funciona como se fosse um autógrafo digital colocado em uma arte digital, tornando-a única, ou seja, infungível. Isso gera escassez no universo digital fazendo com que o seu preço suba. Os NFTs são protegidos com tecnologia blockchain, semelhante ao Bitcoin, garantindo a autenticidade e a origem do criptoativo. A recente explosão de interesse sobre os NFTs tem como origem a venda da obra “Everydays: The First 5000 Days”, do artista Mike Winkelmann, por 69 milhões de dólares. Ultimamente, há inúmeras artes digitais sendo vendidas por cifras milionárias.

No exterior, recentemente, artistas e músicos como Don Diablo, Steve Aoki, 3LAU, Eminem, David Guetta, Kings of Leon anunciaram suas coleções de NFT. No Brasil, o Supla e a dupla dos Cat Dealers foram os primeiros que entraram no mercado de criptoativos.

A plataforma NFT da InspireIP pode ser acessada via site da empresa, no endereço eletrônico https://nft.inspireip.io.

Artigos Relacionados

Vendas Club traz conteúdo exclusivo para todo o Brasil

Propósito é prestar serviço para profissionais se manterem atualizados sobre o cenário de vendas.

Imóveis comerciais: segmento deve reaquecer de forma gradual

Desaquecimento por imóveis comerciais ocorreu por causa do home office imposto pelas restrições sanitárias.

Estabilidade garante que servidor denuncie irregularidades

Para Fenafisco, reforma administrativa vai destruir estrutura pública e enfraquecer os meios de denúncia dos servidores públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Vendas Club traz conteúdo exclusivo para todo o Brasil

Propósito é prestar serviço para profissionais se manterem atualizados sobre o cenário de vendas.

Imóveis comerciais: segmento deve reaquecer de forma gradual

Desaquecimento por imóveis comerciais ocorreu por causa do home office imposto pelas restrições sanitárias.

PADTEC HOLDING S.A. – FATO RELEVANTE – 24 de junho de 2021

Padtec apresenta informações adicionais sobre atraso na divulgação dos resultados do 1T21.

Juros em alta atrairão US$ 21 bilhões de capital especulativo

Banco Central melhora projeção de crescimento e ingresso de investimentos estrangeiros.

Alerj votará PL para assegurar correção salarial de servidores

Última reposição salarial para os servidores do estado foi em 2014.