E-commerce de artigos esportivos cresce 29% em três anos

1334

As vendas de artigos esportivos no Brasil atingiram R$ 13 bilhões em 2018 (R$ 8,9 bilhões foram decorrentes das vendas de tênis e R$ 3,98 bilhões de roupas esportivas), como revela o monitoramento contínuo do The NPD Group (www.npd.com) com shoppers em todo o país. Só no e-commerce as vendas de tênis e roupas esportivas de 2016 a 2018 cresceram 29%. Segundo pesquisa, de 25% a 30% das compras online já são efetuadas pelo smartphone. No caso dos calçados, eles representam 28,4% (as compras pelo notebook ou computadores são responsáveis por 51,1% das vendas). Entre as roupas esportivas, o smartphone é responsável por 26,3% das vendas re gistradas, enquanto PC e laptop ficam com 49,8%.

Os brasileiros da classe alta são os que contribuíram para o crescimento das vendas de calçados e roupas esportivas em 2018 no canal eletrônico. Calçados tiveram alta de 26% nas vendas e as roupas, 38%. Para os brasileiros com renda acima de R$ 6.225,00 o e-commerce é o principal canal de compras (22%), com crescimento de 72% desde 2016.

Ainda de acordo com o estudo do The NPD Group, 11% do faturamento de tênis é oriundo da venda de tênis para classes mais altas. Vinte e oito porcento dos compradores de tênis têm renda familiar acima de R$ 10.375 e 17% estão na faixa dos R$ 6.225 a R$ 10.374. Entre as roupas esportivas, ocorre o inverso, com 10% e 12%, respectivamente.

Também para esse público de alta renda algumas grifes criam suas próprias coleções, como Balenciaga, Louis Vuitton, Prada e Givenchy, marcas que adotam não apenas o visual, mas as features técnicas dos tênis.

Espaço Publicitáriocnseg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui