É o sistema da dívida, estúpido

A coluna abre espaço para 3 gráficos que ilustram bem a situação das contas públicas. O primeiro mostra a evolução do resultado primário do governo central, que vinha positivo até 2015 e depois naufragou, abatido tanto pela crise política iniciada com a “revolução colorida” em 2013 quanto pela adoção de programas ultraliberais de austeridade, inclusive pelo Governo Dilma.

 

O segundo gráfico – que, assim como o primeiro, foi elaborado pelo Tesouro – apresenta a evolução da dívida pública federal, que vinha registrando elevação moderada após a crise financeira de 2007/2008, mas estava razoavelmente estabilizada em 2015, quando passa a apresentar trajetória de forte alta (mesmo desconsiderando 2020, ano atípico)

 

Finalmente, o terceiro, publicado pelo professor Marcio Pochmann em seu Twitter, mostra a evolução das despesas da União, comparadas ao serviço da dívida pública e aos gastos com pessoal (incluídos encargos sociais).

Para quem pedia para desenhar, ai está.

 

Malaios aplaudem

O consórcio Libra, que produz no bloco de mesmo nome no pré-sal, anunciou a decisão de contratar a plataforma Mero-3. Operado pela Petrobras (40%), o grupo é integrado pela Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC (10%).

A plataforma vai usar uma tecnologia (Hisep) patenteada pela estatal brasileira. Apesar disto, a construção do equipamento não vai gerar empregos no Brasil. A Petrobras assinou contrato com um estaleiro da Malásia para montar a plataforma.

 

Fogo

Furnas registrou quatro desligamentos em linhas de transmissão neste ano por conta de queimadas no Estado do Rio de Janeiro. Em 2019, foi registrado somente um desligamento.

 

Fiel

Rodrigo Constantino, um brazuca que tem Green Card, comparava os seguidores de outro brazuca com Green Card, Olavo de Carvalho, a “fiéis do Bispo Macedo que não se comoveram com o vídeo em que ensina a enganar trouxas para ganhar dinheiro”. Agora, Rodrigo dá expediente na Record.

 

Rápidas

Redes sociais em tempos de política quântica” é o tema da live do consultor Orlando Thomé nesta quinta, às 19h, no canal Foca na Estratégia do Youtube *** O Hospital Adventista Silvestre realizará nesta quinta o I Simpósio de Saúde Mental, via Zoom, às 14h. Informações aqui *** Nesta sexta, Bosisio Advogados realiza a live “A negociação no mundo globalizado e outras histórias”, às 17h, no canal do escritório no Youtube *** Nesta quinta, às 21h, o sócio do Lima Feigelson Advogados, Eduardo Bruzzi, convida Carlos Scharfstein, diretor jurídico do C6 Bank, para live “Banco Digital By Design” *** A Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp) realizará nesta quinta-feira, às 16h, o webinar “Colisão entre normas: como saber qual norma aplicar?”. Serão debatidas as decisões que não são fundamentadas e ferem o CPC. Inscrições aqui.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Argentina fechará com China parceria do Cinturão e Rota

Iniciativa pode ser pontapé inicial para desenvolvimento e integração da América Latina.

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Castello Branco diz adeus à Petrobras

Assembleia de acionistas da estatal aprovou a destituição.

Alerj pede ao STF suspensão do pagamento de dívida na pandemia

Alerj estima que desde março de 2020, quando se iniciou a pandemia, o Estado do Rio já quitou R$ 1 bilhão em juros da dívida com a União.

Governo Bolsonaro tumultua e população vive drama para receber auxílio

Consórcio do Nordeste, formado por todos os governadores da região, defende que governo descentralize pagamento do benefício.

Indústria do cimento cresce 19% no 1º tri

Mau desempenho no primeiro trimestre de 2020, em razão das fortes chuvas e do início da pandemia, frente ao mesmo período de 2021, refletiram na alta do setor.

Metroviários de SP param por vacinas e lockdown

Greve de 24 horas pede medidas de prevenção contra Covid para trabalhadores do transporte público.