Economia no Governo Bolsonaro é a pior em 4 décadas

PIB do País crescerá menos que na década perdida.

A pandemia atingiu em cheio a economia mundial e a retomada econômica neste ano esbarra no avanço da variante Ômicron e no aumento da inflação. Por aqui, as projeções indicam que este será um ano de grandes desafios, com o Produto Interno Bruto (PIB) alcançando um dos piores desempenhos do mundo, conforme relatório do Banco Mundial, divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Entre mais de 170 países, apenas Mianmar e Guiné Equatorial terão desempenho mais fraco do que o Brasil. A projeção é que o PIB brasileiro cresça 0,5% neste ano na comparação com o ano passado. O resultado é 1,7 ponto percentual menor do que o projetado pela ONU para o Brasil no relatório anterior.

Com o baixo crescimento no último ano do governo do presidente Jair Bolsonaro, a gestão dele aparece como a que teve o menor crescimento do PIB em quatro anos de mandato. Levantamento realizado pelo economista Alex Agostini, da Austin Rating, mostra que os quatro anos do Governo Bolsonaro devem fechar com um PIB médio de 0,78%, o menor percentual dos governos das últimas duas décadas.

Conforme o estudo, o Governo Temer tinha apresentado o pior desempenho, com média do PIB de 1,32% no período de 31 de agosto de 2016 a 31 de dezembro de 2018. Os dois últimos anos de Dilma Rousseff na presidência contabilizaram um PIB de 1,92%.

No primeiro e segundo mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PIB atingiu média de 3,58% e 5,58%, respectivamente. E o segundo mandato do FHC contou com PIB médio de 3,05%.

O professor de macroeconomia do Insper, Eduardo Correia, vai além e diz que o país caminha para o pior crescimento desde a década de 1980, considerada a década perdida. “Ainda não sabemos, oficialmente, qual foi o crescimento do ano passado, mas juntando 2020 com 2021 praticamente dá crescimento zero. E juntar isso com 2022, mesmo que seja positivo, será abaixo de 1% e um pouquinho mais de 1% em 2019, estamos falando de um crescimento total nos quatro anos de governo de menos de 1%”, diz o professor.

“Vai ser o crescimento baixo desde a década de 1980, que foi um desastre total”, diz. “Nos anos 1990, com Plano Real, teve algum crescimento, e nos anos 2000, a gente cresceu bem”, avalia o professor do Insper. Correia considera que só no ano que vem o país deve ter uma retomada do crescimento, mas que isso vai depender dos próximos passos do presidente que for eleito.

“Um problema grave para o Brasil é que é nosso setor industrial tem tido queda de participação no PIB nos últimos 10 anos”, diz. Em 2010, a participação da indústria no PIB nacional era de 27,4%. No ano passado caiu para 20,5%, menor patamar da série histórica iniciada em 1947. Para se ter uma ideia, em 1985, chegou a 48%.

 

Por Gilmara Santos, especial para o Monitor Mercantil

13 COMENTÁRIOS

  1. Eu não sei como esse país não é rico, pois o que arrancam de nós em forma de impostos, éramos pra ser uma potência! Mas o que vemos é : rico cada vez mais rico, salários de político cada vez mais altos, leis à favor de rico e contra os pobres. Sem falar que somos totalmente dependentes de outros países. Brasil não é nada mesmo! Deveria tornar o dólar a moeda oficial por aqui, pois tudo que acontece por aqui é ”culpa do dólar”.

  2. Esse cara é um genocida. De verdade. Pode não parecer de certo ponto de vista mas as comunidades mais pobres realmente se lascaram sob o governo desse cara. Milhões de pessõas estão morrendo de fome e isso está sendo desvisto. Esse país não tem um mínimo de noção de solidariedade e esses quatro últimos anos provaram que o brasileiro nunca deixou de ser extremamente racista. Só negros e índios sabem o que é sobreviver nesse lixo de país.

    – Um brasileiro mestíço de 27 anos que mora há 11 anos no Brasil.

  3. Não sei como tem pessoas que não estão enxergando a decadência em que estamos vivendo, nunca apostei nele, principalmente quando li uma declaração que ele mesmo admitia que não entendia de economia, mas colocaria economistas para lideram a questão.
    Vivemos em uma Brasil, com falta de perspectivas , para estudar, trabalhar, comer, tratar da saúde, tudo em colapso.
    Há fome , falta de atendimento de saúde, e sem falar no preço da alimentação que estão deixando a maioria, mau nutrida.
    Sinceramente tenho medo do nosso futuro nas mãos desses políticos que só pensam em constituir um patrimônio para eles e suas famílias, e o resto que fique com o resto se sobrar…..

  4. Está totalmente equivocado quem quer culpar a atuação do atual governo de tudo que ainda deixa a desejar. Não esqueçam. Para colher é preciso semear e ainda contar com favores climáticos. O Brasil colhe hoje o que foi plantado no passado, e ninguém faz milagres. Com todo esforço do atual governo conseguimos superar a pandemia, apesar de o Congresso trabalhar contra. Se não tivéssemos um governo sério estaríamos igual à Venezuela. O Brasil esta sendo colocado nos trilhos, e isto não se faz de estalo. É como construir uma estrada ou ferrovia, depois de planejar demora para executar, terminar para entrar em operação. Tenham mais atenção para os fatos e a realidade e não vão na onda do mimi dos insatisfeitos que não querem trabalhar e sim viver das tetas do governo que foram cortadas. Sejam patriotas, tenha fé e colaborem para um clima de tranquilidade para a pátria brasileira. A atual administração se mostra no caminho certo. Vamos manter pois o caminho está aberto.

    • Haroldo…
      Você vive em Nárnia? O combate a Pandemia foi uma das PIORES do mundo. Esqueceu da gripezinha, da inicia cloroquina, da tentativa de propina nas vacinas, além do atraso, é claro.
      670 mil mortos e o Genocida andando de moto e jetski…

    • Outra coisa, Haroldo. O trem está tão Descarrilhado que qdo o Paulo Guedes/Bozo entrou, em 2019, o Brasil era a Oitava economia do mundo.
      Hoje, com a clara incompetência deste governo, caímos para a 13° colocação.
      É ladeira abaixo…
      Não acredita? Pesquisa aí no Google!

  5. O povo confunde muito o governo do Lula com o de Dilma, por fazer parte do mesmo partido eleitoral, Dilma foi muito atrapalhada em vários aspectos, deixou uma imagem muito negativa do seu partido, mais Lula foi um bom presente, governou para os pobres trabalhadores, foi o governo com a maior elevação do PIB Brasileiro, diferente de Bolsonaro que visa a Eliete

  6. Caro Smith,
    Sua tentativa de desacreditar a verdade mostra sua tendência esquerdista. Perdeu alguma teta? Lembra que para construir a gente vira a porca pra direita, para destruir ou desmontar, vira ao contrário, isto é, para esquerda. É isto que o PT e toda esquerda fez todos os anos em que esteve no poder. Seja honesto e reconheça que se a esquerda continuasse no poder estaríamos igual ou pior que a Venezuela. Seja patriota verdadeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Solução para o investidor no cálculo e declaração do IR

Usufruir de serviços automatizados para o cálculo e o pagamento de DARFs,

Lubnor foi vendida por quase metade do valor real

Venda de refinarias ignora alta lucratividade atual.

Pacheco apoia projeto que reduz ICMS dos combustíveis

Presidente do Senado disse que consumidor merece prioridade em relação a estados.

Últimas Notícias

Clorin ganha destaque nos lares e empresas brasileiras

A empresa amplia distribuição da marca Milton no Brasil.

Tokenização: conceitos e casos de uso dessa tecnologia

BC e CVM acompanharão ao longo deste ano as operações dos projetos aprovados nos respectivos sandboxes regulatórios

Sim Pro Samba homenageia Lula Gigante

O Sim Pro Samba começa às 18h30, na Praça dos Professores. Gratuito!

Solução para o investidor no cálculo e declaração do IR

Usufruir de serviços automatizados para o cálculo e o pagamento de DARFs,

CVM divulga estudo sobre ESG e o mercado de capitais

Relação entre o mercado de capitais e o tema sustentabilidade,