Edify Education fecha parceria com o Instituto Reação

As aulas começam no dia 27 de agosto e todo o material didático será doado.

O Edify Education, empresa de soluções educacionais em inglês presente em mais de 150 escolas do país, fechou parceria com o Instituto Reação. Os voluntários da empresa darão aulas de inglês para 35 jovens, entre 9 e 14 anos, atendidos pelo instituto no polo da Rocinha. As aulas começam no dia 27 de agosto e todo o material didático será doado.

Além do aprendizado de outro idioma, a parceria visa proporcionar mais oportunidades no futuro aos jovens atendidos pelo Instituto. “Estamos muito felizes em iniciar a parceria com o Instituto Reação e dar mais um passo em direção à nossa missão em fazer dessa, uma geração bilíngue. Ofereceremos aulas de qualidade para crianças e adolescentes do Instituto, visando à formação de cidadãos integrais, que possam atuar globalmente”, afirma Rodrigo Veloso, Executivo de Parcerias Públicas do Edify Education.

“Torcemos para que essa seja apenas a semente de uma parceria duradoura com foco na qualificação dos nossos beneficiários e ampliando as possibilidades na busca por oportunidades no futuro”, ressalta Sandro Leite, Gerente de Comunicação e Parcerias do Instituto Reação.

Criado pelo medalhista olímpico Flavio Canto, seu técnico Geraldo Bernardes e amigos em 2003, o Instituto Reação é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) que promove o desenvolvimento humano e a integração social por meio do esporte e da educação, fomentando o judô desde a iniciação esportiva até o alto rendimento. A proposta é utilizar o esporte como instrumento educacional e de transformação social, formando faixas pretas dentro e fora do tatame. Através da metodologia de valores “O Caminho”, o Reação busca despertar o potencial dos seus alunos e famílias, visando superar as desigualdades sociais.

Atualmente, são mais de duas mil crianças, adolescentes e jovens a partir de quatro anos beneficiados em nove polos no Rio de Janeiro e em Cuiabá – Rocinha, Cidade de Deus – Taquara, Cidade de Deus – Polo de Iniciação, Tubiacanga, Pequena Cruzada, Rocha Miranda, Solar Meninos de Luz, Cidade Alta (MT) e Três Barras (MT). No mês de agosto, o Reação está inaugurando seu décimo polo em Timbau do Sul (RN), e para janeiro de 2022 está prevista a inauguração do primeiro polo em São Paulo, na Comunidade de Heliópolis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Cade: Guia com propostas de acordo de leniência

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) lançou, nesta segunda-feira, o “Guia Recomendações probatórias para propostas de acordo de leniência com o Cade”. O...

Carf: jurisprudência sobre crédito extemporâneo no PIS e Cofins

Apet analisa a jurisprudência ao vivo no dia 22/9, quarta-feira.

Oportunidades e desafios para empresas brasileiras

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), o Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife, o Escritório Americano de Patentes e Marcas (USPTO) e...

Últimas Notícias

Vale cancela ações em tesouraria sem reduzir o valor do capital social

O Conselho de Administração da mineradora Vale aprovou o cancelamento de 152.016.372 ações ordinárias de emissão da companhia adquiridas em programas de recompra anteriores...

Eve: Aeronaves elétricas de emissão zero de carbono

A Eve Urban Air Mobility, da Embraer, e a francesa Helipass, plataforma de reserva de voo em helicópteros para turismo e mobilidade aérea, anunciaram...

Petrobras terá arquivos nas nuvens

A Petrobras inaugurou, na última sexta-feira (17), o Centro de Competência em Computação em Nuvem (CCC), que vai direcionar e acelerar a estratégia de...

Evergrande: Crise pode afetar exportação de minério de ferro

A segunda-feira foi bastante movimentada com a notícia vinda da China que a Evergrande Real Estate, gigante do setor de incorporação imobiliária no país...

Brics: Título para ter receita e financiar projetos de infraestrutura

Brics: Título para ter receita e financiar projetos de infraestrutura O Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NDB, em inglês) emitiu um título denominado em...