23.8 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 25, 2021

“Efeito Orloff”

Enquete da Boucinhas & Campos Consultores (www.boucinhas.com.br) apurou que  71% dos empresários ouvidos acreditam que o Brasil corre risco de ser afetado pela crise da Argentina. Apenas 29% não acreditam em prejuízos para o país. Os entrevistados, no entanto, destacaram, em sua grande maioria (61%), que a gestão do presidente Eduardo Duhalde poderá fracassar por falta de respaldo do voto popular; 21% não acreditam nessa hipótese e outros 18% não responderam a essa pergunta.
A Pesquisa de Clima Empresarial,  realizada mensalmente pela Boucinhas, ouviu empresários de todo o país, dos quais 71% da indústria, 13% do comércio e 16% do setor de serviços.

Rio visual
A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) apresenta hoje pesquisa revelando que apenas o setor audiovisual é responsável por 3,8% do PIB carioca e o segundo maior gerador de empregos no estado. Em 1999, as atividades culturais como um todo contribuíram com 6,1% (ou R$ 429 milhões) em ICMS para os cofres da capital. Naquele ano, o setor ocupou o sexto lugar em arrecadação, equiparando-se à indústria de bebidas e superando segmentos industriais como a indústria metalúrgica, mecânica e química, ficando atrás apenas dos serviços de utilidade pública, telefonia, comércio e petroquímica.
A apresentação da pesquisa faz parte da primeira reunião do Fórum Empresarial Audiovisual da Firjan, inaugurado no último dia 30 de janeiro, conforme noticiado pelo MONITOR MERCANTIL em entrevista com a coordenadora Luci Barreto, da LC Produções Cinematográficas.

Rainha da Inglaterra
Fim de governo é assim mesmo. Antes do primeiro ano do mandato, o Banco Central sequer avisou ao presidente FH para retirar de sua propaganda eleitoral a promessa de reduzir os juros, que seriam elevados pelo Copom no mesmo dia em que o anúncio foi ao ar. Agora, não comunicam nem aumento do preço da gasolina decidido há cerca de um mês.

Graúdos
Peritos da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados identificaram furto de energia em um prédio na Rua Carvalho Alvim, 499 – Tijuca, no final da tarde de ontem. Os responsáveis pelo condomínio foram conduzidos à delegacia. Esta coluna teme que os policiais, a exemplo do que ocorre em outras delegacias especializadas, estejam correndo atrás de pés-de-chinelo enquanto deixam tubarões à solta. Crime de verdade é o valor das tarifas cobradas dos consumidores indefesos.

Turma
Mil e quinhentos policiais cariocas vão receber treinamento em informática em seis campi da Universidade Estácio de Sá na cidade. Convênio nesse sentido une O Grupo Executivo Delegacia Legal, a Academia de Polícia e a universidade. Frequentarão os cursos os agentes policias aprovados no último concurso realizado pelo estado. Além deles, e por conta do Programa Delegacia Legal, todo efetivo da Polícia Civil do Estado do Rio – cerca de 9,5 mil policiais – vão receber treinamento em informática. Resta esperar e ver se não será mais uma iniciativa a dar em nada.

Non grata
A decisão do presidente FH de condecorar o ex-secretário de Estado dos Estados Unidos Henry Kissinger com a Ordem do Cruzeiro do Sul, na primeira quinzena de março, deflagrou uma reação indignada dos internautas. Um abaixo-assinado eletrônico dirigido a FH pede que a decisão, classificada de “inaceitável sob todos os pontos de vista”, seja revogada em nome da democracia, dos direitos humanos e da dignidade humana. Para justificar a proposta, os manifestantes citam a extensa folha corrida de Kissinger, que inclui a participação em carnificinas no Vietnã, no Chile e na Indonésia.

Artigo anteriorBomba-relógio
Próximo artigoBaixas calorias
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.