Ele mudou?

     
          Encabeçado pelo Prêmio Nobel de Economia Joseph Stiglitz, um abaixo-assinado em defesa da adoção do controle global de capitais circula pela Internet. A iniciativa já obteve o apoio de nomes de correntes econômicas bastante distintas como Pranab Bardhan, Olivier Jeanne e Stephany Griffith-Jones. No entanto, uma adesão em particular chama atenção: a de Ricardo Hausmann. Ministro da Economia do segundo governo Carlos Andres Perez, na Venezuela, Hausmann  foi o responsável pela adoção das desastrosas medidas ultra-ortodoxas, nos anos 80, logo após a posse Perez, como aumento de tarifas de três dígitos e cortes de gastos, e que provocaram uma rebelião no país, com a morte de pelo menos 200 pessoas.

Ela mudou?
Faltam três dias para o ano acabar e a presidente eleita Dilma decidir-se pela correção da tabela do Imposto de Renda, para que possa vigorar em 2011. Apesar do pouco tempo, a coluna e os eleitores não se esquecem da declaração peremptória de Dilma durante o processo eleitoral: “Não tem discussão (ajuste fiscal) a esse respeito dentro da campanha.”

Repatriar
Anistiar o retorno de dinheiro enviado – por meios tortuosos – por brasileiros ao exterior “é uma forma inteligente de legalizar recursos indisponíveis há várias décadas e, ao mesmo tempo, solucionar dois problemas viscerais da economia brasileira que afetarão o Governo Dilma”. A opinião é do advogado Édison Freitas de Siqueira, ao comentar projeto do senador Delcídio Amaral (PT-MS), que pode ser aprovado no apagar das luzes dessa legislatura.
Pelo projeto, pessoas e empresas que possuam no exterior dinheiro ou bens que não tenham sido declarados à Receita poderão incluí-los nas declarações de 2011, ano-base 2010, pagando um imposto de 5% (10% se parcelado) sobre o valor do bem ou do dinheiro. Quem trouxer o dinheiro para investir em infra-estrutura pagará só 2,5%. O objetivo é estimular um retorno estimado entre US$ 50 bilhões e US$ 100 bilhões.

Longo prazo
O advogado Édison Siqueira diz que os principais problemas do governo que começará dia 1º são a necessidade de receber dólares de longo prazo, “retirando a característica de volatilidade de nossas reservas cambiais”, e ainda resolver a questão da valorização do real, “que hoje inviabiliza o crescimento de nossas exportações”. Se aprovado no Senado, o projeto ainda terá que ir à Câmara.

O incompreendido
Independentemente de a dificuldade de entender o que a presidente eleita Dilma diz deva-se ao discurso circular dela ou ao raciocínio curto dele, o ex-presidente FH, das profundezas do seu ostracismo, tem uma questão mais profunda para responder: por que, apesar de toda genialidade de que se julga portador e do seu prestígio intacto junto ao cartel que controla a imprensa no Brasil, ele não é compreendido pelo povo?

Para leigos
O ano termina, mas a economia não pára. O Ibef-Rio já programa os cursos de 2011. Em fevereiro haverá o de Contabilidade Básica. Adriano Blatt, membro da National Association of Credit Management, dos Estados Unidos, e autor de Cobrança e Recuperação de Dívidas, explicará “contabilidade para quem não entende do assunto”. Inscrições e informações em (21) 2217-5566 ou [email protected]

Dois pesos
Com a caderneta de poupança fechando 2010 como a pior aplicação financeira do ano, qual será a proposta compensatória dos que, dentro e fora do Governo Lula, defendiam nova tunga no rendimentos da caderneta, sob a alegação de que eles não podiam superar os auferidos pelos aplicadores dos fundos de investimento? Pelo menos, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que se alinhava com a tese do mercado financeiro, vai pedir perdão aos poupadores?

Pirâmide
Já tem economista achando que um certo empreendedor brasileiro tem forte vocação para ser o Madoff tupiniquim.
     
     

Artigo anteriorPrimeira tungada?
Próximo artigoIdade Média
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Objetos do Coração ajuda o Pró Criança Cardíaca

E-commerce que vende objetos para casa e decoração exclusivamente em formato ou com estampa de coração vai doar 10% da venda de produtos selecionados...

Empresa Fácil oferece estudo de viabilidade a novos empreendedores  

Sistema permite a emissão do Alvará Provisório em 24h.

Fatores comportamentais podem influenciar nos acidentes de trabalho

Psicóloga e uma assistente social e também técnica de segurança do trabalho criaram o jogo Conversa Segura.

Reclamações sobre serviços de telecom caem 28,4% em maio

O número de reclamações de usuários dos serviços de telecomunicações caiu 28,4% em maio de 2021 na comparação com maio do ano passado, segundo...

EMS explica faturamento com o ‘kit Covid’

farmacêutica brasileira EMS informou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que faturou R$ 142 milhões com medicamentos do kit Covid-19 em 2020,...