Em 12 meses, franquias tiveram queda de 11,4% na receita

Segundo associação do setor, no período, receita apresentou queda de 4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Pesquisa de desempenho do setor de franquias no primeiro trimestre deste ano realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) revela que o setor continua buscando alternativas para minimizar os impactos da pandemia e voltar a crescer em 2021. De janeiro a março, comparado a igual período de 2020, o faturamento recuou 4%, passando de R$ 41,537 bilhões para R$ 39,881 bilhões. Analisando o intervalo de 12 meses – período integralmente impactado pela pandemia -, o setor registrou uma queda de 11,4% em sua receita. Os dados indicam que os reflexos econômicos e sociais permanecem na medida em que a pandemia ainda atinge fortemente o país, impondo restrições à circulação de pessoas e ao funcionamento dos shoppings e do comércio não essencial. O ambiente instável, a queda dos índices de confiança do empresariado e dos consumidores e a vacinação em ritmo insuficiente também são fatores que concorreram para este resultado.

De acordo com a pesquisa, as redes de franquia continuaram expandindo, mesmo com o cenário não tão favorável. No primeiro trimestre de 2021, foram abertas 3,3% mais unidades – contra 2,3% no mesmo período do ano passado – e fechadas 1,4%, resultando num saldo positivo de 1,9%. No primeiro trimestre, o saldo havia sido de 1,0%. Já os repasses se mantiveram praticamente estáveis, passando de 0,6% das operações em 2020 para 0,5% em 2021.

Alguns segmentos permanecem em alta na pandemia, é o que indica a pesquisa. No trimestre, casa e construção continuou crescendo muito acima da média. O segmento registrou uma alta de 36,5%, beneficiado por fatores como a maior demanda por reparos, manutenções e reformas, com a permanência das famílias em casa e o aumento do trabalho remoto e aulas à distância. A seguir destacaram-se saúde, beleza e bem-estar (+12,7%) e limpeza e conservação (+6,6%), favorecidos, por exemplo, por suas operações realizarem atividades consideradas essenciais, pela maior procura do público por procedimentos estéticos e de sanitização de ambientes, respectivamente. Serviços e outros negócios (+6,1) também experimentou aumento de movimentação, alavancado pelas áreas de meios de pagamento e serviços digitais. Impactados pelas medidas restritivas, os segmentos de hotelaria e turismo e entretenimento e lazer continuam sendo os mais atingidos. Apesar do cenário ainda desafiador, o setor de franquias tem evidenciado seus pontos fortes. A diversidade de modelos de negócios possibilita que as franquias se adaptem à realidade econômica do país. Nesse sentido, o estudo da ABF apontou um crescimento expressivo das unidades home based (enxutas, que dispensam ponto comercial), subindo sua participação de 7,1% para 10,3%. A localização das unidades de franquias em espaços não tradicionais é uma tendência em alta também indicada na pesquisa. O item “outros”, que reúne pontos dentro de empresas, prédios corporativos e residenciais, e postos de combustíveis, por exemplo, tiveram um crescimento de 3,1% para 8,2% no período analisado.

Leia também:

Quantidade de mulheres desempregadas é 10% maior que de homens

Artigos Relacionados

Proprietário de imóvel da União pode comprar o bem por aplicativo

SPUApp desenvolvido pelo Serpro permite remição de foro dos 17% do imóvel no Leme e em Copacabana.

CNC está otimista com Dia dos Pais e projeta R$ 6,03 bi na economia

Dia dos Pais de 2020 foi o pior em 13 anos.

Vende-se: ANP inclui 377 blocos exploratórios na Oferta Permanente

Novos blocos ficam no Amazonas, Ceará, Espírito Santo e Paraná

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...