Em um ano, varejo farmacêutico cresce 14,69% e bate R$ 66 bi

Setor somou 2,81 bilhões de produtos farmacológicos comercializados em 910 milhões de operações nos últimos 12 meses, diz portal.

De agosto de 2020 até julho deste ano, o setor varejista farmacêutico brasileiro faturou R$ 66,07 bilhões. As informações são do Portal Giro News. Segundo a publicação, “o valor representa crescimento de 14,69%, conforme levantamento feito pela Fundação Instituto de Administração (FIA), divulgado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). O setor somou 2,81 bilhões de produtos farmacológicos comercializados em 910 milhões de operações nos últimos 12 meses.”

Já as vendas da Associação Brasileira das Redes Associativistas de Farmácias e Drogarias (que reúne hoje a Melhor Compra, Soma Drogarias, Universal Farma, Multifarma, Small Farma, Usifarma, Ellomais, Facilite, Supermais, Farmacerta, Redemed, Preço Justo e Acofarma), no trimestre de maio a julho, cresceram 7,1% em valores, comparativamente ao trimestre anterior (fevereiro a abril), totalizando mais de R$ 821 milhões, conforme dados da IQVIA. A meta é ter 4 mil PDVs até o final de dezembro. Em unidades, no trimestre de maio a junho, foram 48 milhões, crescimento 4,7% maior do que os três meses anteriores.

 

Com informações do Portal Giro News

Leia também:

SUS não atualiza medicamentos para câncer de mama há quase 20 anos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

SP: alimentação puxa alta no preço da cesta básica

Segunda prévia do IGP-M variou negativamente em relação à segunda prévia do período anterior, mas avança ante a última divulgação.

Jovem baixa-renda é mais requisitado para voltar a trabalho presencial

Quanto menor a renda familiar, maior o percentual; brasileiros de 18 a 25 anos somam 42% das contratações temporárias no primeiro semestre.

Formbook afetou mais de 5% das organizações

Capaz de capturar credenciais e registrar digitação de teclado, malware figurou em segundo lugar no ranking mensal do país.

Últimas Notícias

SP: alimentação puxa alta no preço da cesta básica

Segunda prévia do IGP-M variou negativamente em relação à segunda prévia do período anterior, mas avança ante a última divulgação.

Jovem baixa-renda é mais requisitado para voltar a trabalho presencial

Quanto menor a renda familiar, maior o percentual; brasileiros de 18 a 25 anos somam 42% das contratações temporárias no primeiro semestre.

Formbook afetou mais de 5% das organizações

Capaz de capturar credenciais e registrar digitação de teclado, malware figurou em segundo lugar no ranking mensal do país.

Sauditas liberam exportação de carne de unidades de Minas

De acordo com o Ministério da Agricultura, autoridades do país suspenderam o bloqueio de cinco plantas de carne bovina mineira.