31.3 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Embaixadas e consulados de pires na mão

O problema não é de agora, mas estourou no colo do ministro interino das Relações Exteriores, José Serra. Os servidores do consulado-geral brasileiro em Miami divulgaram carta aberta reclamando da redução de 40% do valor do 13º salário e do adicional de férias, bem como a possibilidade legal de verbas salariais serem contingenciadas nos próximos meses. “A informação agrava o complexo quadro de crescente insegurança experimentado atualmente pelos servidores lotados no exterior, que já sofrem com os atrasos constantes da parcela para aluguel dos imóveis residenciais no exterior”, diz a carta. A demora no reembolso de aluguéis ocorre há pelo menos dois anos. Atualmente, em Miami, o atraso é de três meses. E o valor de locação pode ser superior a 80% do salário do servidor. “A questão, portanto, é simples: a conta não fecha; não há orçamento familiar que resista; não há planejamento possível”, reclamam os servidores.

O quadro se repete na rede de representação brasileira no exterior. A desvalorização do real, somada ao quadro fiscal complicado da União – em que todo o dinheiro é desviado para pagamento de juros – deixa consulados e embaixadas passando vergonha. O consulado-geral em Miami atende a uma comunidade estimada em 300 mil pessoas, além de cerca de 1,5 milhão de turistas/ano. É a repartição que mais emite passaportes para brasileiros no exterior.

Os servidores levantam outro ponto: “O Itamaraty busca tornar as carreiras do serviço exterior brasileiro acessíveis a todas as classes sociais. Alcançar esse objetivo depende do pagamento correto e adequado que permita o custeio das despesas familiares de cada servidor. O atual quadro, porém, indica grave retrocesso, que pode resultar em nova ‘elitização’ do Itamaraty, pois somente pessoas com posses conseguiriam sustentar uma família no exterior. Não é isso que a sociedade brasileira deseja.”

Urgente

A Matriz de Pati do Alferes (RJ), joia da arquitetura brasileira e monumento histórico que teve origem em 26 de abril de 1739 (a primeira matriz, sucedida pela segunda em 1784 e pela atual em 1843), encontra-se necessitando de reparos urgentes. Construída em pau a pique, com altíssimo pé direito, persiste sólida em sua estrutura, mas carecendo de obras de manutenção em geral e reconstrução em uma das laterais. A história desta matriz, objeto do livro docentenário Notas para a história da Vila de Pati do Alferes, do Frei Antonio Stulzer, é rica em fatos marcantes, inclusive local do batismo do autor da letra do Hino Nacional Brasileiro. Moradores ressaltam que, em dias de escândalo com a Lei Rouanet, deixar um patrimônio destes se deteriorar, enquanto shows de artistas consagrados e casamentos de apaniguados são patrocinados, é um crime.

Uber médico

Chamar o médico para uma visita onde quer que o paciente esteja, resgatando um dos principais valores da medicina humanizada, é o que pretende o aplicativo Docway, lançado no segundo semestre de 2015 e disponível em mais de 40 cidades brasileiras, entre elas Curitiba e Belo Horizonte. O serviço chega agora a São Paulo, com mais de 900 profissionais cadastrados.

O serviço trabalha com um banco de dados médicos disponíveis. Ao escolher a especialidade, o usuário pode solicitar a consulta seja para aquele exato momento ou com o dia e hora marcada. As consultas não têm preço fixo, variam de acordo com atendimento e a especialidade. Para o médico, aparecem consultas disponíveis, sendo que ele aceitará a solicitação conforme a conveniência e as atividades já cadastradas por ele.

O pagamento pode ser feito com cartão de crédito. Ainda em 2016, o Docway deverá atender mais quatro capitais: Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Goiânia.

Rumo certo

O presidente da Anfavea, Antonio Megale, elogiou a renovação, até 2020, do acordo automotivo entre Brasil e Argentina, com a instalação de agenda de trabalho cujo foco será a integração produtiva e comercial equilibrada que possibilite o livre comércio.

Um acordo com horizonte de médio e longo prazo é fundamental para dar mais previsibilidade ao planejamento e segurança na definição de investimentos. Por esta razão avalio de forma muito positiva a conclusão das negociações pelos governos, que demonstraram equilíbrio e maturidade ao enxergar a relação de complementariedade produtiva entre os países e prever agenda de trabalho visando ao livre comércio.”

Rápidas

Bailarinas da Associação Fernanda Bianchini Cia Ballet de Cegos (AFB) de São Paulo (SP) desembarcam no próximo dia 4 em Wrocław, na Polônia, para participar do Brave Festival. É a primeira vez que um grupo de jovens do Brasil recebe o convite do festival *** A Feira de Adoção de Animais estará no Passeio Shopping (RJ) no próximo sábado. Haverá, ainda, agendamento para esterilização *** A Tigre está com inscrições abertas para o curso gratuito de Soluções Hidráulicas, no Rio de Janeiro, disponível em 5 ou 19 de julho. Além de profissionais da construção, o curso é aberto a consumidores finais. Inscrições pelo telefone (21) 25075223.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.