Emissões de carbono voltam a crescer

EUA são o estranho no grupo de países em desenvolvimento que lideram inclusão

Fatos e Comentários / 18:59 - 5 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Fundo Monetário Internacional (FMI) mostra que as emissões globais de carbono, após redução no início da década, começaram a aumentar novamente. Os países que lideram o aumento de emissões são China, Índia e Estados Unidos – este, aliás, o único país do G7 em que houve aumento.

Algumas constatações: a redução no início da década esteve ligada à crise econômica mundial iniciada em 2008, final da década passada. Não à toa, os países que lideram o aumento de emissões de carbono são os que mais crescem. A China experimentou, nos últimos anos, uma diminuição no ritmo, à medida que os investimentos em energia renovável aumentaram e o crescimento econômico se tornou mais enraizado no setor de serviços do que na manufatura. Índia e outros mercados emergentes ocuparam o espaço da China.

Os EUA, dentro do G7, são o país que tem tido maior crescimento econômico, e as emissões aumentaram com o ressurgimento da produção industrial apoiado pelo presidente Donald Trump.

O crescimento das emissões acompanha o acesso de centenas de milhões de pessoas a benefícios da sociedade moderna, como a energia. Esquecer este componente significa manter privilégios e negar a parcela da população melhora na qualidade de vida. Fazer isso de forma sustentável é a questão, e a resposta parece passar por uma mudança nos países que hoje ficam com o maior quinhão – e os maiores gastos – nos bens mundiais. A Revolução Verde proposta por alguns políticos e acadêmicos nos EUA e Europa pode ser um caminho.

 

Aneel pode afetar TST

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) ativou, nesta quinta-feira, um sistema de usinas fotovoltaicas para a produção de energia elétrica a partir da energia solar. O sistema foi instalado nos três prédios do Tribunal, em Brasília (DF), e deve gerar cerca de 20% da energia que o órgão consome. O investimento foi de R$ 3,6 milhões, e o TST prevê economizar quase R$ 1 milhão por ano. O presidente do TST, ministro Brito Pereira, destaca que o aproveitamento da energia solar é tendência.

É um movimento mundial, mas não para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que tem em debate público uma resolução que pode significar pena de morte para a geração distribuída de energia solar.

 

Túnel do tempo – 1

Em julho, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse que mostraria provas da ligação entre o Hezbollah e traficantes do Rio. Nada. Nesta quinta, Witzel justificou uma operação policial – que resultou em quatro mortes, incluído o humorista da web Bunitinho – alegando que a favela é dominada pelo narco-terrorismo. Renovadas as apostas, as provas seguem sem ser apresentadas.

 

Túnel do tempo – 2

Há um ano, a história de Fabrício Queiroz aparecia no Estadão. O assessor de Flávio Bolsonaro vai bem, obrigado.

 

Túnel do tempo – 3

Há um ano e nove meses, o assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes segue sem solução.

 

Filhos de Januário

O procurador Januário Paludo, o “patriarca” dos Filhos de Januário, vai ser investigado por ter sido citado, em delação, como recebedor de propina. Sorte dele que não terá que se submeter aos métodos da Lava Jato.

 

Divisão

O PIB per capita Brasil em 2017 foi de US$ 9.821,41. A renda média do trabalho no mesmo ano ficou em R$ 1.285 ao mês, ou R$ 15.420 ao ano. Pela cotação do dólar em 2017, equivale a US$ 4.672, menos da metade do PIB per capita. Advinha quem fica com a diferença?

 

Rápidas

O Almoço do Empresário da Associação Comercial do Rio de Janeiro receberá o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, no próximo dia 10, a partir de 11h30 *** Nesta sexta-feira, das 18h às 22h, Beatrice Nuto Nóbrega e Marcello Valle, da Clínica Origen Rio, participarão do “Fórum do Grupo de Trabalho sobre Reprodução Assistida – Infertilidade Conjugal – O que o ginecologista precisa saber?”, no Cremerj *** A FGV EPGE e o Consulado-Geral da China realizarão, no Rio, debate sobre o futuro da parceria estratégica entre os dois países. Inscrições aqui *** A Turma do Topetão estará no Caxias Shopping durante os domingos de dezembro, às 17h *** A Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp) realizará na próxima quarta-feira, às 9h, o seminário “Os 170 anos de Rui Barbosa e os 130 da República brasileira”, com o escritor, sociólogo e jornalista Jorge Caldeira e o mestre Paulo Emilio Borges de Macedo. Inscrições no site da Aasp.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor