24.5 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 16, 2021

Empresários brancos têm mais êxito na aprovação de crédito

Pesquisas realizadas pelo Sebrae, desde o início da pandemia do coronavírus, mostram que a diferença do acesso a crédito entre empresários negros e brancos ficou ainda mais acentuada. Apesar da melhoria do índice de sucesso de solicitação de empréstimos, os levantamentos apontam que os empresários brancos tiveram mais êxito na hora da aprovação do crédito. Entre a segunda quinzena de maio e o final de agosto, a proporção dos empreendedores que tentaram crédito em banco, e efetivamente conseguiram, passou de 5% para 8%, no caso dos negros; e, de 7% para 14%, no caso dos brancos.

O dado positivo foi que caiu a diferença entre os dois grupos quanto ao uso das redes sociais como ferramenta de vendas, bem como no nível de empresas endividadas. Participaram da última pesquisa 7.586 empreendedores de todos 26 estados e do DF.

A comparação entre os levantamentos realizados pelo Sebrae, mostrou que, no caso dos brancos, a proporção de empreendedores que buscaram empréstimo em banco, durante a pandemia, passou de 39% (maio) para 51% (agosto). Mas, apenas 17% dos que procuraram até maio e 27% dos que procuraram até agosto conseguiram.

No caso dos negros, a proporção de negócios que buscou empréstimo em banco, durante a pandemia, passou de 38% (maio) para 50% (agosto). Todavia, apenas 14% dos que procuraram até maio e 16% dos que procuraram até agosto conseguiram.

Ainda de acordo com os dados do Sebrae, 65% dos empreendedores negros que solicitaram empréstimos tiveram o crédito negado em agosto, contra 58% dos brancos.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, comenta que é preciso pensar políticas públicas que atendam às particularidades de alguns segmentos de empreendedores, como negros e mulheres, em especial na melhoria do acesso a empréstimos. Mas ele comemora o avanço registrado por empresários negros no uso das redes sociais ao longo dos últimos meses. “No levantamento feito em maio, 57% desses empreendedores usavam as mídias sociais para fazer negócio. Já na última pesquisa feita essa proporção cresceu para 66%. Essa evolução aproximou empreendedores negros e brancos, onde 69% usam essas ferramentas online”, analisa Melles.

A comparação entre as pesquisas do Sebrae mostrou redução no percentual de empresas com dívidas em atraso, para ambos os perfis. Entre maio e agosto, a proporção de negros com dívidas em atraso caiu de 46% para 37% (9 pontos). No caso dos brancos, a proporção caiu de 38% para 30% (8 pontos).

Adriana Moreira é criadora da Feira Preta (evento que reúne empreendedores e consumidores majoritariamente negros). Ela comenta que, em 2019, foi realizado um estudo sobre as dores e amores do empreendedorismo negro no Brasil, que identificou a ausência de um número maior desses empreendedores nas áreas da tecnologia e da indústria, que têm a maior possibilidade de crescimento e escala. “Em função do contexto histórico da escravidão, a população negra teve menos acesso à educação e renda, ocasionando percentuais elevados de subemprego e de desemprego, fazendo também com que essas pessoas empreendessem principalmente motivadas pela necessidade”, comenta Adriana.

Artigos Relacionados

IGP-10 varia 1,33% em janeiro e acumula 24,49% em 1 ano

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) variou 1,33% em janeiro. No mês anterior, o índice havia apresentado taxa de 1,97%. Com esse...

Ligeira melhora na confiança dos empresários do RJ

Pesquisa da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ), divulgada nesta sexta-feira, mostra que 21,3% dos 498 empresários entrevistados do...

Valor bruto da produção agropecuária cresceu 17%

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) registrou crescimento real de 17%.de 2020, ao envolver R$ 871,3 bilhões, maior valor da série histórica desde...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.