Empresas globais buscam novas oportunidades na feira de consumo

Fabrice Megarbane, presidente da L'Oréal North Asia Zone e CEO da L'Oréal China, vê a 2ª Exposição Internacional de Produtos de Consumo da China (CICPE) como um sinal de maior abertura do mercado chinês.

Foto tirada em 26 de julho de 2022 mostra o estande da gigante de cosméticos L’Oreal no pavilhão francês na segunda Exposição Internacional de Produtos de Consumo da China (CICPE) em Haikou, província de Hainan, sul da China. (Xinhua/Guo Cheng)

Xinhua - Silk Road

Haikou, 1 ago (Xinhua) — Fabrice Megarbane, presidente da L’Oréal North Asia Zone e CEO da L’Oréal China, vê a 2ª Exposição Internacional de Produtos de Consumo da China (CICPE) como um sinal de maior abertura do mercado chinês.

A exposição, que encerrou no sábado em Haikou, capital da província de Hainan, no sul da China, atraiu expositores de 61 países e regiões. Cerca de 2.800 marcas de 1.955 empresas nacionais e internacionais participaram das exposições.

A China está empenhada em se abrir ainda mais, e está cada vez mais determinada a liberar o potencial do seu mercado por meio do aumento do consumo, disse Megarbane. Esta foi também a segunda vez que a L’Oréal expôs na exposição, este ano a empresa ampliou a sua área de exposição para 625 metros quadrados.

Mais de 50 empresas francesas e cerca de 250 marcas francesas participaram da exposição realizada na ilha turística de Hainan. A França foi o país convidado de honra da CICPE deste ano e o segundo maior expositor atrás da China.

A marca de moda francesa Karl Lagerfeld e o Hainan Global Duty-Free Plaza em 26 de fevereiro assinaram um acordo de cooperação estratégica para compartilhar as oportunidades de abertura e acelerar a expansão do mercado consumidor de Hainan.

Durião, café, lanches e várias iguarias exibidas pelo grupo tailandês Charoen Pokphand foram os favoritos do público durante o evento. “A exposição é uma plataforma muito boa e está alinhada com a estratégia de desenvolvimento da nossa empresa”, disse Xue Zengyi, vice-presidente sênior da Área de Agroindústria e Negócios de Alimentos da China.

Atraído pelas políticas preferenciais do Porto de Livre Comércio de Hainan, o grupo aumentou o seu investimento em Hainan e estabeleceu uma empresa de comércio global em 2021. Xue disse que a empresa espera importar os melhores bens de consumo do mundo para Hainan e depois empurrá-los de Hainan para o mercado chinês enquanto, ao mesmo tempo, levar bens de consumo chineses de alta qualidade para o mundo.

Oranuch Wannapinyo, cônsul comercial da Seção Comercial do Consulado-Geral da Tailândia em Guangzhou, disse acreditar que, ao participar da exposição, mais marcas tailandesas premiadas e de alta qualidade serão promovidas no mercado chinês e em todo o mundo.

Os fluxos de investimento estrangeiro direto, em uso real, aumentaram 17,4% ano a ano, para 723,31 bilhões de yuans (cerca de 107,3 ​​bilhões de dólares) nos primeiros seis meses, segundo o Ministério do Comércio.

O vice-ministro do Comércio, Sheng Qiuping, disse que durante a exposição, o número de expositores e de marcas estrangeiras aumentou significativamente, as áreas de exposição internacional se expandiram enquanto a qualidade das atividades econômicas e comerciais foi melhorada, o que mostra que o papel da plataforma da exposição se tornou mais proeminente e o mercado chinês tornou-se mais atraente. Fim

Leia também:

China permite empresas adiarem pagamentos de fundos habitacionais

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Investidores favorecem ETFs médicos em meio a flutuações de mercado

As ações dos fundos negociados em bolsa (ETFs) médicos da China se recuperaram recentemente a favor da compra dos investidores, apesar do seu desempenho fraco em geral, informou Xinhua Finance nesta quarta-feira.

Baidu da China operará taxis autônomos em duas cidades

A gigante chinesa de tecnologia Baidu obteve a permissão para operar comercialmente táxis totalmente autônomos em vias públicas nas cidades de Wuhan e Chongqing.

SF Supply Chain fortalece a cooperação com o Grupo Michelin

A SF Supply Chain, o provedor líder de serviços de cadeia de suprimentos na China, anunciou recentemente que fornecerá soluções integradas e inovadoras de cadeia de suprimentos ao fabricante francês de pneus, Michelin Group, para fortalecer ainda mais a cooperação de cinco anos entre os dois lados, informou o comnews.cn nesta terça-feira.

Últimas Notícias

Burocracia bancária faz sete em cada 10 brasileiros perderem dinheiro

Já Pix alcança o segundo lugar no ranking de meios de pagamento aceitos pelo comércio eletrônico.

‘Americano’?

Por Eduardo Marinho.

Jô Soares, eterno em nossos corações e mentes

Por Paulo Alonso.

Microcrédito para taxistas será votado na terça

Projeto de André Ceciliano abre linha de até R$ 80 mil para renovar frota.

Safra de grãos deve ser de 271,4 milhões de t em 2021/22

Levantamento é da Conab; já queda nas safras leva à retração da Região Sul no primeiro trimestre.