Empréstimos mais simples elevariam PIB em 12%

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estima que a eliminação do custo de participação no mercado de crédito (custos administrativos e outras exigências por parte dos bancos) aumentaria o PIB per capita em 7%, via crescimento da participação das firmas com crédito no mercado.

Melhorias que reduzam a inadimplência, diminuindo o spread bancário, gerariam um aumento do PIB per capita em 2,4%. Contudo, o limite do endividamento é a maior restrição financeira, e a redução das garantias nos empréstimos para níveis de países desenvolvidos elevaria o PIB per capita em 12%.

O estudo Financiamento do Desenvolvimento no Brasil, entre eles João Alberto De Negri, apresenta o Brasil como um dos países que mais exige garantias para a concessão de crédito (cobertura de garantias de 95%, em média), sem grande sucesso. Mesmo nos financiamentos em que o bem encontra-se como garantia da operação, como é o caso da alienação fiduciária, há inúmeras possibilidades de recursos que encarecem e tornam lenta a execução.

O Brasil está muito mal posicionado no indicador de profundidade financeira (financial deepness, que mede a parcela do crédito privado sobre o Produto Interno Bruto – PIB). Entre 2013 e 2015, esse indicador situou-se em torno de 50% do PIB brasileiro, enquanto chegava a 70% no Chile e na África do Sul e quase 120% na China. Apenas um pequeno número de empresas, geralmente de grande porte, consegue livrar-se das restrições de crédito no mercado financeiro brasileiro.

 

Imposto ilegal

Após a bem-sucedida campanha contra o fim do Fundo de Garantia do trabalhador aposentado na reforma da Previdência, o Instituto Fundo de Garantia do Trabalhador (IFGT) inicia nesta segunda, pelo site fundodegarantia.org.br, o abaixo-assinado pelo “Fim da Contribuição Social de 10% no Fundo de Garantia”.

O objetivo é conseguir aprovar no Congresso Nacional o Projeto de Lei do Senado PLS 550/2015, do ex-senador Cássio Cunha Lima, e o Projeto de Lei Complementar PLP 51/2007, que propõem o fim imediato da contribuição, que já cumpriu seu objetivo desde julho de 2012, tornando-se assim um imposto ilegal.

A Contribuição Social de 10% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é paga pela empresa em caso de demissão sem justa causa do empregado e teve por objetivo pagar os expurgos dos planos econômicos Verão e Collor I nas contas do FGTS.

No período de julho de 2012 a abril de 2019, foram arrecadados aproximadamente R$ 31 bilhões com esta contribuição, dinheiro este que poderia estar gerando mais empregos com a diminuição de custos das empresas”, afirma o presidente do IFGT, Mario Avelino. Tudo está explicado em livro eletrônico que pode ser baixado gratuitamente em fundodegarantia.org.br

 

Bibi e Bolsonaro

Parceiro de Bolsonaro, Bibi Netanyahu divide com o brasileiro o desprezo pela educação, só que mais radical. O israelense vai leiloar escolas pré-fabricadas doadas pela Europa aos palestinos. Netanyahu terá que disputar novas eleições e enfrenta processos por corrupção.

 

Rápidas

Condomínios construídos pela MRV já geraram mais de 1 milhão de kWh em energia fotovoltaica. Até 2022, a companhia pretende investir R$ 800 milhões para a instalação deste sistema em todos os seus lançamentos *** O Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro e a Agência Nacional Italiana de Turismo promovem durante junho a primeira edição do evento Italianorio, conjunto de atividades esportivas, culturais e enogastronômicas. A Praça Mauá receberá a primeira atividade neste domingo, com corrida de 3,5km, apresentações folclóricas e musicais, além de comida *** Nesta segunda, a Máquina de Livros lança, às 19h, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, O menino que nunca sorriu & outras histórias reais, dos psiquiatras infantis Gabriela Dias e Fabio Barbirato em parceria com o jornalista e dramaturgo Gustavo Pinheiro. A obra reúne histórias de crianças e adolescentes portadoras de autismo, depressão e bipolaridade *** O concurso do Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA) da Marinha do Brasil (MB) recebe inscrições até 11 de julho em ingressonamarinha.mar.mil.br. São 30 vagas *** A Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (FME CE-CPLP) realiza o Fórum Internacional 10 Mulheres que Você Precisa Ouvir, nesta segunda, a partir das 9h, no Hotel Palácio Tangará (SP). Inscrições em mulherescecplp.com.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

Mortes dos essenciais

Aumentam em mais de 50% óbitos de caixas, frentistas e educadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.

Equador: Não haverá contagem rápida no domingo de eleições

Arauz, candidato do ex-presidente Rafael Correa lidera as pesquisas com 37% das intenções de voto contra 30% do candidato do Aliança Creo, o banqueiro Guillermo Lasso.

Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação

Segundo FGV, fato reflete avanço das campanhas de vacinação contra a Covid.

Brasil movimentou R$ 2 tri em transações com cartões em 2020

Transações digitais foram impulsionadas por modernização do mercado e pandemia.

IPCA de março variou abaixo da expectativa do mercado

Nossa projeção para o ano que vem permanece de 6,5%, podendo ser antecipada para este ano.