Ensino à míngua

O governo federal deixou de repassar ao Fundo de Valorização do Ensino Fundamental do Magistério (Fundef) R$ 11,1 bilhões desde 1998, com prejuízo para mais de 20 milhões de crianças e adolescentes. PT, PSB, e PCdoB, com apoio da CNBB e de mais 40 entidades, encaminharam ontem representação ao Ministério Público para que o governo seja obrigado a rever essa situação. Este ano, por exemplo, o governo fixou  em R$ 418 por aluno da 1ª à 4ª série e R$ 43 por aluno da 5ª à 8ª série do ensino fundamental e da educação especial. Os valores corretos deveriam ser de R$ 655,08 e R$ 688,67, respectivamente.

Tesoura
“O governo vai cortar R$ 5,3 bilhões, mas na verdade arrecadaria apenas R$ 3 bilhões” com a CPMF no período em que o imposto não será cobrado. A declaração é do deputado Pedro Eugênio (PT-PE), ao comentar que o atraso na votação está servindo como desculpa para o governo cortar verbas nas áreas sociais.

Pé quebrado
Pela cada vez mais alentada lista de bancos e corretores investigados por práticas escusas no mercado dos Estados Unidos pela Security Exchange Comission (SEC) – a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) norte-americana – o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e o presidente do Banco Central, Armínio Fraga, correm o risco de ficarem reverberando sozinhos a piora do “risco Brasil” perpetrada por essas centrais de especulação e boato. Entre os investigados pela SEC estão Merril Lynch e JP Morgan, por, entre outras coisas, recomendarem a seus clientes compra de ações que, internamente, consideravam “papéis podres”. No tucanato e na imprensa “chapa branca” nativa, porém, continuam sendo tratados como oráculos impolutos.

Mudez defensiva
Enquanto as operadoras de telefonia pintam cenários diluvianos para o setor para arrancar novas concessões de um tucanato sempre sensível a interesses expressos com sotaque anglo-saxão, na Internet circula uma proposta de “caladão” voluntário. A mensagem pede a adesão dos internautas para um “apagão” geral de celulares, no próximo dia 7, em protesto contra as elevadas tarifas cobradas pelas concessionárias. Os organizadores do movimento justificam a escolha do domingo para a “greve telefônica”, argumentando ser este o dia em que as pessoas mais usam celulares e ser uma data que não atrapalha os negócios.

Desenvolvimentismo
Em comemoração aos cem anos do nascimento de Juscelino Kubitschek, o Centro de Pesquisa e Documentação (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas colocou à disposição do público “o dossiê JK”. Segundo pesquisadores envolvidos com o projeto, a parte mais forte do acervo é sobre o período em que Juscelino foi presidente. A mais interessante, destacam, é o depoimento do ex-presidente e o álbum de fotos.

Insegurança
O número de sequestros no Estado de São Paulo passou de 18 casos, em 1999, para 378, em 2001. Só de 2000 para 2001, o número de sequestros aumentou 500%. Estes dados estão no livro Insegurança pública e privada – Basta de hipocrisia! (Editora Landmark), que os capitães PM Sérgio Olimpio Gomes e Márcio Tadeu Anhaia de Lemos lançam no próximo dia 6. Outros números assustadores: a cada 29  minutos uma pessoa é assassinada em SP; a cada hora, uma pessoa sofre tentativa de homicídio; a cada 48 segundos um veículo é roubado ou furtado; a Polícia efetua a prisão de 305 pessoas por dia; no ano passado, um policial foi morto a cada seis dias, em confronto com bandidos. O lançamento será na Associação dos Oficiais da Polícia Militar (Av Santos Dumont, 767 – Ponte Pequena – São Paulo – SP), a partir de 18h30.

Cargo de risco
Este final de semana trará a resposta à pergunta: por quanto tempo resistirá a vice de Serra aos dossiês?

Frigideira
Como as denúncias que pesam contra José Serra e contra o próprio governo FH são muito mais fortes do que as que circulam contra os possíveis vices na chapa tucana, resta a constatação que a armadura levantada pelo governo na mídia para diluir acusações contra si próprio não está sendo estendida aos ex-futuros parceiros.

Artigo anteriorQuem ganha
Próximo artigoSementes dos Le Pen
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

Mudar preços implica parar venda de refinarias

Mercado financeiro cobrará deságio, e Petrobras precisa de ativos para poder operar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preços dos carros mais vendidos subiram 9,4% em média em um ano

Com 18,23% de variação, Renault Kwid foi o que mais subiu de preço entre os 13 mais vendidos.

PEC Emergencial pode sair da pauta do Senado desta quinta

Parlamentares resistem a cortes na saúde e educação e propõem votar apenas questão do auxílio emergencial.

Desdobramentos da intervenção na Petrobras

Percepção é de que o 'superministro' de Bolsonaro pode estar ficando cada vez mais isolado.

IPCA-15 de fevereiro ficou abaixo da expectativa

Índice mostra variação mais fraca que o esperado em alimentação, educação; já saúde e transportes vieram mais fortes que a expectativa.

Tentativa de superação

Ontem foi dia de recuperação da Bovespa, liderada pelas ações da Petrobras, Eletrobrás e setor bancário.