Entidades divulgam moção de repúdio contra PEC do MP

Para ambientalista, 'PEC representa abertura inaceitável para interesses políticos e econômicos na cúpula decisória do Ministério Público'.

Mais de uma centena de entidades ambientalistas divulgaram, na última segunda-feira moção de repúdio à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 05/21, em tramitação na Câmara dos Deputados, que poderá acabar com a independência do Ministério Público, dificultando o combate à corrupção e ao crime organizado e a defesa dos interesses sociais, inclusive os do meio ambiente. O MP tem sido, ao longo de sua história, até por suas atribuições constitucionais, importante defensor dos direitos difusos e das normas que defendem o meio ambiente.

Entre as propostas da PEC, diz Carlos Bocuhy, presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam), uma das entidades que subscreve a moção de repúdio, há a pretensão de que a corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público seja indicada pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal. Além disso, “quer vedar aos membros do Ministério Público a interferência na ordem política e nas instituições constitucionais com finalidade exclusivamente política, além de outorgar poderes ao CNMP para rever e desconstituir atos dos membros do MP”

Para o ambientalista, “a PEC representa uma abertura inaceitável para a inserção dos interesses políticos e econômicos na cúpula decisória do MP, interferindo na independência funcional da instituição”. Se a PEC for aprovada, diz, “a sociedade brasileira perderia seu maior protagonista na defesa constitucional do meio ambiente”.

Segundo Paulo Penteado Teixeira Jr, presidente da Associação Paulista do Ministério Público (APMP) e segundo vice-presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), “a PEC fulmina o modelo do Ministério Público, concebido pela Constituição de 1988, ao criar mecanismos de controle sobre a independência funcional e o mérito dos atos de seus membros”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Geração de energia solar traz R$ 35,6 bi de investimentos ao país

Potência nos telhados e terrenos com sistemas fotovoltaicos equivale a metade da capacidade de Itaipu.

Brasil registra 12.211 órfãos de Covid até 6 anos de idade

Cartórios do Rio registram quase 800 órfãos de Covid até seis anos de idade.

Professores não são valorizados mas sentem orgulho da profissão

Educadores entendem que exercem papel importante para a transformação social do país.

Últimas Notícias

Crédito consignado: aumenta número de reclamações de cobrança indevida

O crédito consignado não solicitado por clientes está no topo das reclamações de consumidores. Em relação aos registros, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon),...

Geração de energia solar traz R$ 35,6 bi de investimentos ao país

Potência nos telhados e terrenos com sistemas fotovoltaicos equivale a metade da capacidade de Itaipu.

Direito de controle sobre funcionários que trabalham de casa

Por Leonardo Jubilut.

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...