Entranhas

Poucas vezes duas palavras sintetizaram de forma tão sucinta quanto emblemática as expectativas da plutocracia em relação ao titular da presidência da República no Brasil, quanto as pronunciadas pelo ex-ministro José Dirceu em sua cruzada para se reinserir na vida política: pau mandado.

Propulsor
Não ficará apenas na instalação da finlandesa Wärtsilä a produção de motores para navios no Brasil. Outra indústria – japonesa – também deve se instalar no Rio de Janeiro. As negociações, que já duram um ano, estão em fase final.

Alívio
O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, confirmou que pela primeira vez nos últimos quatro anos o estado não vai recolher, este mês, o ICMS antecipado de 2006.

Casa de ferreiro
O governo enviou projeto de lei para instituir seguro obrigatório de responsabilidade civil para as corretoras de seguro e resseguro. O ministro Antonio Palocci justifica a proposta afirmando que não existe qualquer mecanismo na lei de seguros que garanta ao segurado reparação quanto a possíveis danos praticados pelas empresas. No que um experiente corretor paulista aproveitou para alfinetar: “Será que alguém lembrou de avisar ao ministro que seria interessante também que as seguradoras tivessem um seguro semelhante? As Sauex, São Paulo, Interbrazil e tantas outras tinham algum seguro nesses moldes?”

Réquiem
Se aprovada como pretende a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a oferta gratuita de informações pelo 102 significará o fim da obrigação das teles em distribuir catálogo telefônico. Em meio a uma sopa de letrinhas burocráticas, a Anatel propõe que só seja fornecida lista ao assinante que a solicitar. A proposta está em consulta pública desde terça-feira.

Bateria antiaérea
O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) resolveu, enfim, se mobilizar contra as autorizações dadas pelo Departamento de Aviação Civil (DAC) para empresas estrangeiras participarem do capital de companhias aéreas brasileiras. O Snea promete recorrer a medidas burocráticas e judiciais para defender os interesses das empresas brasileiras, “combatendo qualquer iniciativa desnacionalizante”.

Primeiro milhão
O Sesc Rio acaba de atingir a marca de 1 milhão de associados. Esse número é superior à população de capitais brasileiras, como Florianópolis (SC) e Vitória (ES). Para comemorar esse recorde, a entidade realiza, hoje, uma série de atividades em todas unidades no Estado do Rio, oferecendo serviços gratuitos de saúde, educação, esporte e cultura. O evento será encerrado com show de João Bosco e Tunai no Teatro Sesc Ginástico.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.