Entre países do G-20, Brasil é o segundo em acidentes de trabalho

527
Cipa/acidente de trabalho (Foto: Leonardo Morais/Secretaria de Comunicação e Mobilização Social/Prefeitura de Governador Valadares-MG)
Cipa/acidente de trabalho (Foto: Leonardo Morais/Secretaria de Comunicação e Mobilização Social/Prefeitura de Governador Valadares-MG)

Entre os países do G-20, o Brasil ficou em segundo lugar, atrás apenas do México, quando o assunto é acidente ou doença laboral. Por aqui, entre os anos de 2012 e 2020, a cada 15 segundos, foi registrada a morte de pelo menos um trabalhador, expondo uma taxa de seis mortes para cada 100 mil empregos formais e uma perda acumulada de 469 milhões de dias de trabalho, conforme levantamento do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, elaborado pelo Ministério Público do Trabalho.

Ainda segundo o MPT, em 10 anos, quase 23 mil pessoas morreram em acidentes de trabalho no Brasil. Também entre 2012 e 2021, foram registradas mais de 6 milhões de Comunicações de Acidentes de Trabalho (CAT) que geraram gastos R$ 120 bilhões à Previdência. Os acidentes, de acordo com o órgão, geraram mais de R$ 17 bilhões em custos do auxílio-doença ao INSS, em 2020. As aposentadorias por invalidez custaram quase R$ 70 bilhões, no mesmo ano.

 

Com informações da Agência Brasil

Espaço Publicitáriocnseg

1 COMENTÁRIO

  1. “Por aqui, entre os anos de 2012 e 2020, a cada 15 segundos, foi registrada a morte de pelo menos um trabalhador,” Esse texto sugere que tivemos em média 5.760 mortes por dia em acidente de trabalho (4 x 60 x 24). Essa informação está correta?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui