Equilibrando o espírito bélico dos arianos: dois vinhos por sinastria

A primeira cepa vai desarmá-los com seus aromas sedutores, e a segunda é companheira das aventuras.

311
Foto do perfil da bodega uruguaia Ariano Hermanos no Instagram
Foto do perfil da bodega uruguaia Ariano Hermanos no Instagram

Chegou a hora de sugerir vinhos que possam combinar com os nativos de Áries, por sinastria. Estamos em pleno período de vigência deste signo (21/3 a 20/4), que tem como elemento o fogo e é regido por Marte, o planeta vermelho e o deus da guerra, para a mitologia romana. Seus nativos têm como características o impulso vital; são energéticos, impetuosos e impacientes. Na série do Zodíaco, escolhi como arianos vinhos tintos calorosos e tânicos, com boa acidez.

Levando para a sinastria, que analisa os relacionamentos entre os signos, a maior parte dos textos astrológicos avalia que o ariano teria maior atração e conexão com signos de ar e fogo. Isso porque os elementos água e terra imprimem em seus nativos um ritmo mais calmo e meio desestimulante para o perfil agitado dos arianos. Mesmo assim, existem variações nas análises das combinações entre Áries e os diferentes signos de ar e fogo, com prós e contras. Eu escolhi aquilo que me pareceu mais satisfatório, pensando que estamos falando de vinhos. Ou seja, um vinho que mantenha o ânimo ariano aceso, sem inflamá-lo mais ainda, oferecendo, se possível, um contraponto à sua energia bélica.

Começo por Libra, que tem como elemento o ar e que é considerado o signo complementar de Áries para a astrologia. Os signos complementares são sempre uma referência de equilíbrio. Os librianos têm como mito regente Afrodite, deusa do amor e da beleza, e seus portadores trazem a leveza do elemento ar associada ao senso estético e à busca de um equilíbrio harmônico com o entorno. Librianos seriam, portanto, charmosos, sedutores, diplomáticos, e seus vinhos dotados de vivacidade (elemento ar) e estética: sedutores na cor, nos aromas e no balanceamento gustativo. Este seria o ponto de atração para o ariano: quebrar a sua agressividade de maneira não combativa, mas sedutora.

Tendo em vista esses aspectos, escolhi um dentre os vinhos que indiquei para os librianos anteriormente: feitos a partir da uva Sauvignon Blanc. Trata-se de uma das cepas mais famosas e encantadoras do mundo, especialmente por dois fatores: sua acidez vibrante e sua aromaticidade. Em certos terroirs, ela faz vinhos perfumados, de perfil tropical, impossíveis de não serem notados; em outros, pode gerar vinhos mais vegetais ou cítricos, não menos modestos em aromaticidade. Seus locais de maior reconhecimento atualmente são o Centro-Loire/França, área de clima mais continental, em que ela se expressa de forma muito viva, com acidez crocante, certa mineralidade e boa amplitude em boca. O segundo local é a Nova Zelândia, onde a Sauvignon Blanc se tornou emblema da produção do país, devido ao seu grande êxito qualitativo.

Espaço Publicitáriocnseg

O segundo signo, com boas interpretações de sinastria para Áries, é de fogo: Sagitário. Regido por Júpiter (Zeus na mitologia grega) e associado a Quíron, um centauro (metade homem e metade cavalo) que busca curar suas feridas existenciais por meio da expansão de suas vivências. O sagitariano é frequentemente descrito como o signo dos viajantes, de temperamento curioso e otimista, adaptável a várias circunstâncias. Teria um perfil semelhante ao ariano no ritmo e energia de fogo, só que mais sociável, menos explosivo.

Os vinhos sugeridos como sagitarianos apresentam certa semelhança com os arianos em sua expressão energética, mas com perfis mais dóceis e acessíveis a vários contextos, como o próprio sagitariano. No texto do Zodíaco dos Vinhos, sugeri três uvas, uma para cada decanato de Sagitário. Dentre elas, optei pela Mencía para a sinastria com Áries.

É uma variedade oriunda da Península Ibérica, vinificada especialmente no noroeste da Espanha, onde se chama Mencía, e na região do Dão, em Portugal, com o nome de Jaen. Ainda é pouco conhecida mundialmente. Ela tem pontos fortes de atração e semelhança com o ariano: cor profunda, aromas expressivos, estrutura encorpada – mas faz vinhos menos tânicos e mais acessíveis do que aqueles que sugeri como arianos. Além disso, é uma cepa vizinha à que sugeri como clássica ariana: a Tempranillo. Ou seja, afinada com o perfil ariano, assim como os sagitarianos. Para os arianos, recomendo tirar a prova se vai se identificar mais com os vinhos do seu próprio signo ou com os indicados pela sinastria. Certamente, fará uma ótima degustação!

Curso CAFA Wine School
Curso CAFA Wine School

Visite a página de Míriam Aguiar no Instagram e se inscreva em cursos e aulas de vinhos presenciais e online. Instagram: @miriamaguiar.vinhos. Blog: miriamaguiar.com.br/blog

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui