Escolas devem permanecer fechadas!

Não faz sentido escolas abertas no pior momento da pandemia, é o que afirma a microbiologista Natalia Pasternak. A coluna endossa e sugere igrejas fechadas e pelo menos mais uma semana de lockdown. Vamos primeiro vacinar o pessoal da área de Educação para depois pensar em retomada de aulas.

 

Vacina abaixo da crítica na Europa

Muito vagaroso está o processo de vacinação na Europa. Maioria dos países falhou nas metas estabelecidas pela União Europeia. Há atraso na entrega das vacinas e nas estratégias dos países-membros. A meta era ter pelo menos 80% dos idosos e 80% dos profissionais de saúde vacinados até o final de março. Malta, Irlanda e Suécia lideram na imunização. A Bulgária tem a pior posição: só conseguiu imunizar 5% dos idosos.

 

Drive-thru de primeiro mundo

Com um atendimento rápido e cortês, o drive-thru do Parque Olimpico, na Barra, inovou com um carrinho de apoio, para transportar os que não têm carro. Solidariedade que nos fortalece.

 

Fabiana Bentes

Recém-nomeada Embaixadora do Turismo do RJ, a jornalista Fabiana Bentes é a convidada do Gente que faz, no dia 15 de abril, 17 horas, no Instagram @embaixadoresdorio

 

#revivercentro

O projeto #revivercentro, do atual secretário de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, caminha bem. É o que, por exemplo, revela pesquisa do Instituto 21, em que 37% dos cariocas entrevistados consideram se mudar para o Centro do Rio.

 

‘Rio Inusitado’

Vem ai mais um vídeo da Associação dos Embaixadores de Turismo do Rio, presidida por Claudio Castro, da Sergio Castro Imoveis, para trabalhar a imagem institucional do estado em tempo de pandemia. Serão 20 sugestões, entre elas a de Renan Ferreira, que fala de uma igreja no Camorim.

 

Arquivamento de processo

O TJ do Rj determinou arquivamento do processo em que Anita Leocádia Prestes pleiteava a posse de 319 cartas de sua mãe encontradas num lixo, em Copacabana. Numa delas, sua mãe escreve para Carlos Prestes anunciando que estava grávida de Anita.

 

Pensamento da semana

“Todos nós temos nossos lutos. Morremos inúmeras vezes, durante nossas vidas, quando deixamos para trás vivências e pessoas que não nos pertenciam mais. Nascemos diariamente quando alguma transformação acontece. Somos frutos de mortes que ocorrem dentro de nós para uma limpeza de crenças e pensamentos, que mudam como o caminhar de um pássaro pelos céus, à procura de um voo mais repleto de pureza e encantamento, como fez Fernão Capelo Gaivota. A finitude está dentro de cada um em momentos diferentes. Por isso, cada momento tem sua compreensão e justificativa na alma dos que continuam vivendo com muito amor na finitude da emoção ideal num prato de comida real, numa prospecção vital e casual. Morra e nasça quantas vezes for possível para justificar suas dores e suas mudanças de caráter humanitário e visionário.”

Leia também:

Tiro pela culatra

Amores fraudulentos

Artigos Relacionados

‘Inteligência’ (sic)

Massacres, ataques e outras tantas concepções que, nos últimos dias, insistem em agredi-la.

Chile, Paraguai, Colômbia… e o Brasil?

Crises políticas e sociais nos países vizinhos acendem alerta.

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.