Estagnado

O presidente do BNDES, professor Carlos Lessa, ensina que estabilidade não implica em crescimento. Lessa cita os exemplos de Portugal de Salazar, com uma economia estável por décadas mas que não saiu do atraso em que se encontrava, e, mais recentemente, do México. Talvez de olho na lição, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, já inverteu o lema: agora é “crescimento com estabilidade”. Como diria o outro titular da coluna (gozando merecidas férias), na aldeia morubixaba nunca foi registrada inflação; nem crescimento, no sentido capitalista.

Carro dos sem-terra
“Alguns falam em baixar preços. Outros em produzir o carro superpopular, o carro do trabalhador. Daqui a pouco vão sugerir o carro do sem-terra.” A crítica feita pelo presidente da GM do Brasil, Walter Wielang, mostra o grau de pressão das montadoras sobre o governo. Com o carro dito popular custando cerca de 70 salários mínimos, a conclusão é de que as fabricantes desejam criar o carro sem-imposto, mas com (muito) lucro.

Conta de chegar
Até sexta-feira deve ser fumado o cachimbo da paz entre governo e judiciário em torno da reforma da Previdência, evitando a greve dos juízes. Esta é a esperança do presidente em exercício do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Vantuil Abdala. Indagado sobre a possibilidade do governo federal estar disposto a ceder em algum ponto de sua proposta, Abdala se mostrou igualmente otimista: “É possível que o governo não ceda em tudo mas em alguns aspectos, principalmente no que diz respeito ao limite de remuneração dos magistrados estaduais, que é o ponto mais crítico no momento”.

Greve e Justiça
Para o ex-conselheiro da OAB e dirigente do Movimento OAB-Dignidade, criado no Rio de Janeiro, advogado Lauro Schuch, a questão da Justiça está além de aposentadorias e pensões e só pode ser resolvido com uma reforma do Judiciário que contemple pelo menos três itens: estímulo a instrumentos não judiciais de solução de conflitos, como mediação e arbitragem; revisão dos ritos oficiais, tornando-os mais permeáveis à assimilação da informática; e concursos para abertura de mais cargos nos tribunais, já que no Brasil existe em média um juiz para cada 25 mil habitantes, o que é muito pouco em comparação com padrões internacionais.

Baixada agrícola
Parte dos recursos do Programa Nova Baixada, coordenado pela Secretaria de Integração Governamental do Estado do Rio de Janeiro, poderá ser utilizada para o desenvolvimento da agricultura urbana. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo. “A Baixada Fluminense é um espaço privilegiado, pois tem mercado consumidor e áreas não urbanas a serem exploradas”, observou o secretário.

Rumo à África
Nos primeiros seis meses de 2003, as exportações brasileiras para a África do Sul cresceram 49,5%, totalizando US$ 300,6 milhões, e o país passou a ocupar o 22º lugar no ranking de destino das exportações brasileiras. Missão empresarial brasileira vai à África do Sul no início de agosto, liderada pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, e organizada pela Agência de Promoção das Exportações do Brasil (Apex-Brasil). O comércio que atingiu, em 2002, US$ 829 milhões, com um saldo favorável ao Brasil de US$ 126 milhões.

Cardiologia
Com o Simpósio de Cardiologia Intervencionista, no Hotel Glória (RJ), começa hoje o 20º Congresso de Cardiologia da Socerj. O evento continua no Riocentro, de amanhã a sábado, reunindo 3 mil participantes da área de saúde. O congresso da Sociedade de Cardiologia do Rio de Janeiro já é considerado o terceiro maior do Brasil na especialidade. A exposição paralela, no Riocentro, está  totalmente ocupada pelas industriais farmacêuticas e empresas da área de saúde.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLimite necessário
Próximo artigoBalcão

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

AstraZeneca continuará a aumentar o investimento na China

AstraZeneca, a gigante farmacêutica britânica, está otimista sobre as perspectivas econômicas e o crescimento do setor de saúde chinês, e continuará a aumentar seu investimento na China, disse Leon Wang, vice-presidente executivo da AstraZeneca, informou o Chinanews.com nesta quarta-feira.

Setor de energia é um dos alvos preferidos de hackers

Mais de 60% de todos os ataques foram de phishing; organizações criminosas de hackers são ameaça às infraestruturas críticas do Brasil.

Países árabes planejam expansão de energia limpa

Omã, Marrocos, Argélia e Kuwait estão entre os que têm planos mais ambiciosos.

‘Governo não apenas poderia, como deveria intervir na Petrobras’

Para especialista, Governo Federal deveria estar mais atuante para combater os preços abusivos dos combustíveis em toda a cadeia.

Exterior cauteloso pode prejudicar negócios locais

Índices futuros acionários em Nova Iorque operam em queda significante: temores relacionados a uma possível recessão nos EUA.