Estagnação no campo

Segundo o IBGE, a produção total de cereais, leguminosos e oleaginosos (algodão em caroço, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, sorgo e trigo) deve ficar em 98,836 milhões de toneladas este ano. Se concretizada essa previsão, o resultado será apenas 0,3% superior à safra do ano passado. No mês anterior, o IBGE previra crescimento de 0,81% em relação a 2001. O resultado frusta as repetidas promessas do governo de uma produção de 100 milhões de toneladas. Essa meta é considerada modesta para o potencial do país e em comparação à produtividade de outras nações com território menor.

FHmaníaco
Do sempre mordaz deputado Delfim Netto (PPB-SP) ironizando a tentativa do presidente FH voltar atrás na tentativa de argentinizar as eleições: “Depois que você é piromaníaco, não adianta se vestir de bombeiro.” Ao criticar a insistência do ministro Pedro Malan em eternizar Armínio Fraga na presidência do Banco Central, Delfim recorda fato prosaico, mas que parece esquecido por setores da oposição: “É preciso lembrar que estamos na situação em que estamos por conta deste governo. Estamos na armadilha interna e externa, por causa desta política. Nem faz jus à elegância do Malan. Dizer que devia continuar com o Armínio deve colocar o próprio Armínio em situação desagradável”.

Custos da dependência
O Brasil gasta hoje 15 vezes mais para importar tecnologia do que os US$ 3 bilhões que gastava há dez anos. Para a Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec), essa sangria revela que a dependência tecnológica é um obstáculo maior do que o “custo Brasil” à competitividade das exportações brasileiras. Nos próximos dias 4 e 5, a Protec realiza, no Rio, o I Encontro Nacional da Inovação Tecnológica para Exportação e Competitividade, que terá a presença do ministro Ronaldo Sardenberg.

Ecos da World
Ao tentar afastar os temores que rondam a empresa depois da quebra da WorldCom, sua controladora nos Estados Unido, o diretor financeiro da Embratel, José Maria Zubiria, recorreu ao pior dos argumentos. Segundo Zubiria, a empresa tem independência operacional, dinheiro em caixa e transparência. Não poderia ter sido mais infeliz. Em se tratando de uma controlada da WorldCom, transparência é o último dos itens em pauta.
Já ao descartar a possibilidade de a Embratel ser vendida, Zubiria disse que o sistema de concessões de telefonia veda a troca de controle até junho do ano que vem. Pelo visto Zubiria, não conhece a Anatel.

Gol contra
Quem está fazendo comparações entre a economia brasileira e a seleção de Felipão deveria tomar mais cuidado. O mote é que, da mesma forma que a equipe brasileira saiu desacreditada e agora chega à final, os “fundamentos” legados pela equipe econômica tucana são positivos e permitirão dar um baile na atual crise e chegar o paraíso. O risco é a seleção perder a Copa, no domingo. Mais prudente é o economista Guido Mantega, da FGV-SP e do PT. Solicitado a dar palpite sobre a seleção, ele preferiu não se arriscar: disse que preferia continuar errando apenas nas previsões econômicas…

Falcão faz escola
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nota sobre os problemas enfrentados pela WorldCom, dona da Embratel, com três pontos, que podem ser resumidos assim: a agência está acompanhando “de perto” os fatos divulgados;  não houve qualquer manifestação da WorldCom ou da Embratel junto à Anatel; e desta forma, o órgão não tem “nada a declarar”.

Crédito
Os supermercados que produzem pães e alimentos congelados terão direito a crédito de ICMS pelo uso da eletricidade. A ministra relatora da 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, rejeitou o pedido do Estado do Rio para que as atividades não fossem consideradas industriais. Segundo o Código Tributário Nacional (CTN), pode ser considerado industrializado todo produto submetido a qualquer operação que lhe modifique a natureza, finalidade ou ainda que o aperfeiçoe para consumo, conforme disse ontem ao MONITOR MERCANTIL o advogado José Oswaldo Corrêa, autor da ação.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPapelão
Próximo artigoConcentração

Artigos Relacionados

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Homens pintam melhor que mulheres?

Não, mas recebem 10 vezes mais por obra.

Rio tem opções de áreas para termelétricas

Estado tem as melhores características na Região Sudeste, diz Wagner Victer.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Títulos públicos prefixados: maiores rentabilidades de julho

Destaque ficou com os prefixados de vencimentos mais longos, representados pelo IRF-M1+

Economia prepara projeto para abrir fundos de pensão ao mercado

Em jogo, patrimônio de R$ 1 trilhão acumulado pelos fundos fechados de previdência.