Estrutural

O coordenador da equipe de transição do Governo do Rio de Janeiro, Renê Garcia, disse ontem que o déficit de cerca de R$ 166 milhões por mês no orçamento do governo é estrutural e vai perdurar por muito tempo, caso não se faça uma reforma. “Não adianta arrecadar mais, cortar despesas que se vai resolver o problema. A origem está no Rio Previdência. É preciso criar um fundo que tenha renda própria”, comentou, acrescentando que o déficit apontado pela equipe da futura governadora Rosinha Garotinho, de cerca de R$ 1,7 bilhão, já está incluído no orçamento de 2003. “O Orçamento está equilibrado. Tudo vai depender da execução orçamentária do futuro governo. O Orçamento não contempla novas mensagens que poderão ser enviadas à Alerj”.

Futurologia
Pesquisa feita pela Investa, empresa de investimentos da Itaú Corretora, com gestores de Select Funds (fundos selecionados no mercado brasileiro pela agência de classificação de risco Standard & Poor”s), mostrou o cenário econômico esperado por eles para novembro. A expectativa é de uma recuperação no Ibovespa (que pode fechar o ano em 12 mil pontos); queda do dólar (a avaliação é que ele flutue entre R$ 3,50 e R$ 3,60 no mês); inflação em alta, ainda pressionada pela alta do câmbio e juros estáveis. A Investa só não divulgou a previsão feita pelos gestores no mês passado; não é demais lembrar que a média dos bancos estimava, em janeiro, que o dólar fechasse o ano em R$ 2,60.

Anistia
Termina na próxima segunda-feira a anistia para contribuintes em débito com o Estado do Rio de Janeiro (ICMS, IPVA e ITD). O abatimento é de 70% dos juros e multa de mora. O pagamento deve ser feito em parcela única. Até o final de outubro 6.270 contribuintes haviam pago R$ 130 milhões, valor que deve chegar a R$ 150 milhões. Cerca de 200 mil empresas estão inscritos na dívida ativa, num débito total de R$ 6 bilhões, 90% correspondentes a atraso no ICMS.

Branquinha
Ano passado, o Brasil produziu cerca de 1,3 bilhão de litros de cachaça. Desse total, apenas 11,1 milhão de litros foram exportados. A maior parte foi para a Europa, especialmente a Alemanha, que representou quase um terço do mercado europeu. O setor estima em aproximadamente 5 mil o número de marcas de cachaça existentes no país e em 30 mil o de produtores, que geram cerca de 400 mil empregos diretos e indiretos. Bebida destilada mais consumida no Brasil, a cachaça ocupa o terceiro lugar no ranking mundial.

Toc-toc
Apesar da concorrência de supermercados, shopping centers e Internet, a venda direta ao consumidor movimentou, ano passado, cerca de R$ 5,9 bilhões e gerou 1,2 milhão de empregos, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Vendas Diretas (Abevd). Água mineral, leite pasteurizado, fragrâncias e cremes e loções são alguns dos produtos com maior destaque na venda direta ao consumidor, de acordo com pesquisa LatinPanel/Ibope.

Transporte limpo
Parceria entre as empresas do distrito industrial de Santa Cruz e o governo do Estado do Rio de Janeiro vai recolocar em funcionamento, para transporte de passageiros, trecho ferroviário de 7,2 quilômetros que poderá ser usado por oito mil trabalhadores daquela área. As empresas darão apoio financeiro à recuperação e à manutenção e a concessionária Supervia será responsável pela operação que ligará a estação de trens do bairro e o distrito. Atualmente ainda é usado transporte rodoviário fretado pelas empresas.

Ganância
Quando, no início do ano, os preços dos combustíveis diminuíram (sim, isso aconteceu!), a redução demorou para chegar aos consumidores. A alegação dos donos de postos de gasolina era que eles tinham que esgotar os estoques comprados a preço antigo. Agora que o movimento se inverteu, os aumentos em alguns estabelecimentos foram imediatos – e alguns sindicatos ainda reclamaram que a Petrobras não avisou com antecedência, o que permitiria formar estoques maiores e lucrar mais na virada de preço.

Artigo anteriorAntevisão
Próximo artigoProfessor Cardoso
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Argentina fechará com China parceria do Cinturão e Rota

Iniciativa pode ser pontapé inicial para desenvolvimento e integração da América Latina.

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Castello Branco diz adeus à Petrobras

Assembleia de acionistas da estatal aprovou a destituição.

Alerj pede ao STF suspensão do pagamento de dívida na pandemia

Alerj estima que desde março de 2020, quando se iniciou a pandemia, o Estado do Rio já quitou R$ 1 bilhão em juros da dívida com a União.

Governo Bolsonaro tumultua e população vive drama para receber auxílio

Consórcio do Nordeste, formado por todos os governadores da região, defende que governo descentralize pagamento do benefício.

Indústria do cimento cresce 19% no 1º tri

Mau desempenho no primeiro trimestre de 2020, em razão das fortes chuvas e do início da pandemia, frente ao mesmo período de 2021, refletiram na alta do setor.

Metroviários de SP param por vacinas e lockdown

Greve de 24 horas pede medidas de prevenção contra Covid para trabalhadores do transporte público.