Eu vim aqui para confundir

“Donald Trump tenta retomar as instituições do seu país das mãos da classe dominante e colocá-las a...

Donald Trump tenta retomar as instituições do seu país das mãos da classe dominante e colocá-las a serviço do seu povo. Portanto, ele comunica mudando de ideia como quem muda de camisa, semeando assim a perturbação e a confusão. Ele entretém os seus opositores com as suas gesticulações desordenadas enquanto conduz pacientemente a sua política fora da sua vista.” A opinião é do sempre polêmico Thierry Meyssan, da Rede Voltaire. Para ele – que escreve garantindo que não vai tomar partido neste conflito – o presidente dos Estados Unidos deu a impressão de ser um mata-mouros colocando em perigo a paz mundial com as suas declarações irrefletidas. Mas, por trás destas intervenções avulsas, Donald Trump persiste discretamente na sua política estrangeira, apesar da oposição quase unânime do Congresso. Ou seja, usa um “artifício de comunicação” para distrair e seguir com seus objetivos. Enquanto isso, tenta colocar seus aliados – Steve Bannon à frente – no controle do Partido Republicano, “o que lhe permitiria colocar em marcha, mais rapidamente ainda, a sua política anti-imperialista”.

Meyssan afirma que Trump foi acusado de ser muito favorável à Coreia do Norte, ao Irã, à Rússia e à Venezuela. Pressionado, lançou ataques – verbais – contra os quatro países. “No entanto, na prática, nada mudou. Nada face à Coreia do Norte. Nada face à Venezuela. Nada face à Rússia. E, nada ainda mais contra o Irã. Pelo contrário, a política de Trump contra a criação de Estados jihadistas prossegue tanto quanto possível. Os países do Golfo deixaram de apoiar o Daesh (Estado Islâmico), que foi vencido em Mossul e em Raqqa. O jihadismo está em vias de descer para o nível abaixo ao de Estado. Tudo se passa como se o presidente estivesse simplesmente representando uma comédia e ganhando tempo.”

Assim, o presidente prossegue com declarações extravagantes para agradar ao Congresso, ao mesmo tempo em que arma Bannon para se livrar dos dirigentes do Partido Republicano. Conclui Meyssan: “Resta muito caminho a percorrer para voltar a fazer do Império decadente uma República.”

 

Cidades inteligentes

O chefe de Tecnologia da Cidade de Palo Alto, localizada no Silicon Valley, Jonathan Reichental, fará a palestra principal do Smart Cities Brazil 2017, promovido pelo Centro da Construção junto com a ACRJ. O secretário Nacional de Desenvolvimento Urbano do Ministério das Cidades, Luiz Paulo Velloso Lucas, apresentará a Modelagem das Parcerias Público-Privadas para dar segurança jurídica e permitir o crescimento planejado das cidades. Já o secretário Nacional de Telecomunicações, André Muller Borges, apresentará o programa de investimentos em smart grids. Será nestas quinta e sexta. Inscrição pelo e-mail [email protected]

 

Petróleo é nosso

O Crea-RJ fará nesta quarta-feira – antevéspera de leilão de campos do pré-sal que promete ser desastroso para o país – um debate com três especialistas em petróleo. Serão três palestras sob o título “Resgate da Petrobras para os brasileiros”. Os palestrantes serão o geólogo Guilherme Estrella, ex-diretor da estatal; o engenheiro Cesar Prata, diretor da Abimaq; e o engenheiro Fernando Siqueira, vice-presidente da Aepet.

O evento, gratuito e aberto ao público, começará às 17h30 no auditório do Crea, rua Buenos Aires, 40/5º andar.

 

Vida

A morte da turista espanhola deveria levar os críticos que classificam defensores dos direitos humanos de “barbudinhos que apoiam criminosos” a rever sua posição. Defende-se a vida, de cidadãos e de policiais – nesta terça-feira, foi assassinado o 109º PM no ano. A polícia do Rio tem que deixar de ser aquela que mata e morre.

 

Rápidas

O cenário da tuberculose e seus desafios atuais” é tema de uma das mesas da 23ª Semana Científica da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase), nesta quarta-feira, das 9h às 10h30 *** O grupo Feito D’Art comanda show no final da tarde no Caxias Shopping (RJ) nesta sexta-feira, com sambas clássicos *** A gincana digital promovida pela Bibliomundi e a Libre é uma das atrações da Primavera Literária Rio 2017, desta quinta-feira a domingo, na Casa França-Brasil *** No próximo sábado, às 15h, o Shopping Grande Rio promove a tradicional Missa de Ação de Graças em homenagem ao Dia de São Judas Tadeu *** A FGV-SP realizará nesta quinta, a partir das 14h30, palestra com o subsecretário da Receita da Prefeitura de São Paulo, Pedro Ivo Gândra, sobre as mudanças do ISS.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPaís de ponta cabeça
Próximo artigoLadeira abaixo

Artigos Relacionados

Europa admite 2 pesos na crise na Ucrânia e em Gaza

Cinismo típico da mentalidade colonial

Petróleo sob disfarce de direitos humanos

China descobre grande reserva na Região de Uigur, alvo das ‘preocupações’ dos EUA.

Ameaça de demissões expõe crise na Saúde

Piso de menos de 4 SM para enfermagem revela desvalorização.

Últimas Notícias

Nubank: resultado do 2T22 e a perspectiva de recuperação das ações

Destaque para captação de clientes, mas risco de inadimplência é alto.

Rio CVB: Receita do Rock in Rio acima de US$ 158 milhões

Evento deve gerar pagamento de US$ 7,9 milhões em impostos à cidade.

Anatel recebe cerca de 1 milhão de queixas

Reclamações foram contra serviços de telefonia, internet e TV.

Europa admite 2 pesos na crise na Ucrânia e em Gaza

Cinismo típico da mentalidade colonial

Ação civil para incluir fonte solar em leilão de energia

Associação do setor fala em 'tratamento isonômico para empreendimentos fotovoltaicos participarem de leilões do Governo Federal.'