EUA: expectativa por novos estímulos fiscais traz bom humor

No exterior, os futuros dos índices de Nova Iorque estão subindo no momento, mesmo após terem atingidos novos recordes históricos no fechamento do pregão anterior. Já as Bolsas europeias estão operando entre perdas e ganhos. A expectativa por novos estímulos fiscais nos EUA está fazendo com que o bom humor prevaleça entre os investidores. Na Europa, a maioria das Bolsas também estão subindo, com exceção de Paris. Investidores estão aguardando a decisão do Banco Central Europeu, embora analistas não preveem mudanças na postura do BCE, e ainda monitoram avanço da pandemia de covid-19 na Europa. Às 7h26, o Dow Jones futuro subia 0,07%, o S&P 500 avançava 0,16% e o Nasdaq tinha elevação de 0,39%. Na Europa, Londres caía 0,01%, Frankfurt apresentava valorização de 0,34%, enquanto Paris cedia 0,18%, me meio a notícias sobre novos confinamentos na França. O euro valia US$ 1,2140, ante US$ 1,2102 da tarde de ontem. A libra era negociada a US$ 1,3725, após US$ 1,3650 da véspera. O DXY recuava 0,29%, a 90,21 pontos.

.

Thiago Penteado

Trader Mesa de Câmbio

Travelex Bank

Leia mais:

Câmbio deve passar por ajustes após comunicado do Copom

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Artigos Relacionados

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.