Euro Colchões inaugura mais duas lojas em São Paulo

As lojas trazem o novo layout da marca, assinado pelo escritório de arquitetura Kube.

Empresas / 22:47 - 18 de fev de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Referência na criação de soluções de bem-estar, conforto e saúde, a Euro Colchões segue plano de expansão pela região sudeste e inaugura mais duas lojas em São Paulo. A empresa, que possui loja no shopping D&D, além de quatro pontos nas cidades de Jundiaí, São José dos Campos e Guaratinguetá, chegou ao Shopping Jardim Sul e ao Santana Parque Shopping.

As lojas trazem o novo layout da marca, assinado pelo escritório de arquitetura Kube. O projeto, inovador para o segmento de colchões, aposta na abertura completa da fachada, o que proporciona uma atmosfera convidativa para o cliente. A cenografia permite contar a história dos produtos expostos, com detalhes sobre o seu processo de produção e seus materiais. Em volta de cada uma das camas, o cliente vai poder conferir informações sobre os atributos do colchão e como ele é por dentro, a partir de uma maquete com o corte do produto. Para o cliente se sentir em casa ao deitar no colchão, o vendedor poderá reduzir a luz acima da cama e acender a arandela da cabeceira, oferecendo uma experiência mais confortável. A loja oferece, ainda, um grande balcão para experiência de customização e personalização do produto, o “E do Seu Jeito”, onde os clientes podem escolher o tecido, o bordado e outros detalhes do colchão.

De acordo com Mauricio Aballo, presidente da Euro Colchões, a presença no Estado de São Paulo é estratégica e de grande relevância no plano de expansão da empresa. “São Paulo é a principal referência do nosso mercado e um grande polo gerador de negócios. Começamos a nossa expansão pelo Vale do Paraíba e, agora, estamos dando sequência aumentando a capilaridade na capital”, afirma o executivo. Para os próximos três anos, a expectativa é a inauguração de mais 20 unidades em São Paulo, incluindo pontos em shoppings da capital e na região de Campinas.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor