Eve desenvolverá modelo de operação de Mobilidade Aérea Urbana

A Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, e a Bristow Group Inc. (NYSE: VTOL), líder mundial em soluções de voo vertical, anunciaram, nesta quinta-feira, um memorando de entendimento (MOU, na sigla em inglês) para atuarem no desenvolvimento de um certificado de operador aéreo (AOC) para a aeronave elétrica de pouso e decolagem vertical (eVTOL) da Eve.

O trabalho conjunto desenvolverá um modelo de operação de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) utilizando a experiência da Bristow no transporte seguro de passageiros e cargas em todo o mundo. Além disso, a Bristow anunciou uma encomenda de até 100 eVTOLs com entregas previstas para começar em 2026.

Segundo a Embraer, a cooperação se favorece dos pontos fortes de cada parceiro, a Bristow conta com mais de 70 anos de experiência em operações globais de transporte, enquanto a Eve, com sua proposta de valor única, oferece um conjunto abrangente de produtos, serviços e soluções de UAM para diversas regiões. O ambiente operacional da UAM se concentrará em áreas como: design de veículos, design de vertiportos, desenvolvimento regulatório para o ambiente operacional, certificação eVTOL e operação autônoma.

Desenvolvimento

As empresas planejam desenvolver capacidades baseadas em serviços para apoiar e otimizar o desempenho e a utilização de eVTOLs em operação e sistemas de Gerenciamento de Tráfego Aéreo existentes, bem como novos sistemas de aeronaves não-tripuladas e gerenciamento de tráfego não-tripulado.

“Esse memorando de entendimento estratégico prevê o desenvolvimento contínuo de um modelo abrangente de UAM entre Bristow e Eve para um eVTOL que pode, potencialmente, remodelar o mercado para todos os voos verticais elétricos com emissões de zero carbono e custos operacionais mais baixos. Isso nos permite expandir nossa experiência para fornecer uma opção sustentável, inovadora e eficiente em novos mercados finais potenciais. Podemos alavancar nossa experiência operacional, por meio da cooperação com a Eve, a fim de projetar e construir a próxima geração de aeronaves que utilizam plenamente as muitas vantagens dos eVTOLs”, disse o presidente e diretor executivo da Bristow, Chris Bradshaw.

“Nossas equipes desenvolverão as estruturas e operações necessárias para criar uma indústria de UAM acessível, escalonável, sustentável e segura”, afirmou Andre Stein, Presidente & CEO da Eve.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Geração de energia solar traz R$ 35,6 bi de investimentos ao país

Potência nos telhados e terrenos com sistemas fotovoltaicos equivale a metade da capacidade de Itaipu.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Pesquisador do Ineep: O problema não é os leilões, o problema é a ANP

Empresas estão mais atentas aos riscos geológicos.

Últimas Notícias

Crédito consignado: aumenta número de reclamações de cobrança indevida

O crédito consignado não solicitado por clientes está no topo das reclamações de consumidores. Em relação aos registros, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon),...

Geração de energia solar traz R$ 35,6 bi de investimentos ao país

Potência nos telhados e terrenos com sistemas fotovoltaicos equivale a metade da capacidade de Itaipu.

Direito de controle sobre funcionários que trabalham de casa

Por Leonardo Jubilut.

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...