Eve Urban deve vender 100 veículos elétricos de decolagem à Ascent

A Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, e a norte-americana Ascent Flights Global Ltd. anunciaram nesta segunda-feira o aprofundamento da parceria para desenvolver um ecossistema de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) na região da Ásia Pacífico.

A partir de 2026, a Eve prevê fornecer à Ascent até 100 mil horas de voo no eVTOL, veículo elétrico de decolagem e pouso na vertical, também conhecido no mercado como EVA (Electrical Vertical Aircraft ou Aeronave Elétrica Vertical). A implementação das aeronaves da Eve na rede da Ascent está sujeita à celebração de acordos finais entre as partes, informou a Embraer.

A aeronave será utilizada em grandes cidades como Bangkok (Tailândia), Manila (Filipinas), Melbourne (Austrália), Singapura e Tóquio, no Japão. Apoiada em mais de 50 anos de experiência da Embraer na fabricação de aeronaves e na expertise em certificação, a Eve apresenta uma proposta de valor única, oferecendo um amplo conjunto de produtos e serviços de mobilidade aérea urbana (UAM).

“O veículo aéreo de zero emissões e baixo ruído continua a atingir marcos relevantes de desenvolvimento, incluindo o primeiro voo do simulador de engenharia em julho de 2020 e o modelo em escala em outubro de 2020”, informou a Embraer. O projeto de Gerenciamento de Tráfego Aéreo Urbano da Eve atingiu uma nova marca em sua colaboração com a Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido (CAA, Civil Aviation Authority na sigla em inglês), para o desenvolvimento das condições necessárias para voos UAM com alto potencial de expansão.

“A Ascent é uma das maiores empresas de Mobilidade Aérea Urbana na Ásia-Pacífico e sua forte presença na região a torna a parceira ideal para as operações da Eve. A região possui uma enorme demanda por soluções inovadoras de transporte, que pode ser atendida com nossa aeronave de baixa emissão. Este é o caminho certo para um crescimento sustentável”, disse Andre Stein, presidente e CEO da Eve.

A Eve planeja disponibilizar até 100 aeronaves para serem comercializadas pela plataforma da Ascent em suas rotas atuais e futuras. A empresa, que atua como um aplicativo sob demanda, pagará pelo tempo de voo nas aeronaves da Eve ao mesmo tempo em que irá operar em conjunto com outros parceiros na Ásia-Pacífico e de outros mercados. Este novo acordo é parte da estratégia abrangente de UAM da Eve para posicionar a empresa como líder na indústria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Lucro líquido per capita de planos de saúde mais que dobrou em 4 anos

As empresas de planos de saúde faturaram R$ 192,1 bilhões em 2018. Em 2014, a receita do setor somou R$ 123,8 bilhões, havendo crescimento...

FBN inicia estratégia voltada ao setor de consórcios

Há nove anos, a FBN Corretora de Seguros constituiu uma nova empresa para atuar na área de benefícios. Na visão do seu fundador Kleber...

Últimas Notícias

Crédito consignado: aumenta número de reclamações de cobrança indevida

O crédito consignado não solicitado por clientes está no topo das reclamações de consumidores. Em relação aos registros, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon),...

Geração de energia solar traz R$ 35,6 bi de investimentos ao país

Potência nos telhados e terrenos com sistemas fotovoltaicos equivale a metade da capacidade de Itaipu.

Direito de controle sobre funcionários que trabalham de casa

Por Leonardo Jubilut.

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...