Evento virtual debaterá ‘Investimentos no exterior’

A agência de comunicação Blue Chip reunirá um time de especialistas de gestores de fundos e investidores globais em uma conferência virtual na próxima quinta-feira (10), para discutir “Investimentos no exterior”, sobre perspectivas e estratégias para a diversificação das aplicações no mercado internacional.

O evento marcará o lançamento do projeto Blue Chip Talks, plataforma que será dedicada a discussões sobre temas voltados ao universo de investimentos de gestoras de recursos, familly offices, fundos venture e private equity, além de empresas. O evento online será dividido em quatro painéis, das 8h às 12h, no site do Blue Chip Talks. Para assistir as transmissões ao vivo, basta fazer o cadastro em bluechiptalks.com.br.

O pano de fundo das discussões para a estreia da plataforma será o contexto macroeconômico no Brasil, que tem levado investidores a garimpar ativos de maiores riscos e de melhores perspectivas de retornos no exterior. Com a redução da taxa de juros no Brasil à mínima histórica, de 2% ao ano, investidores brasileiros migraram R$ 36 bilhões para fundos de investimentos com alocação em ativos fora do Brasil, entre janeiro e julho de 2020, superando o volume de R$ 31 bilhões acumulado durante todo ano de 2019, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais.

Idealizado pela jornalista Denise Carvalho e pelo publicitário Felice Tancredi, casal e sócios-fundadores da Agência Blue Chip, o Blue Chip Talks será um espaço para eventos virtuais e presenciais sobre assuntos financeiros, macroeconômicos e de negócios, com o propósito de colocar em debate temas que possam impactar a tomada de decisões de investidores, fundos de pensão e de investimentos, empresas, family offices, gestores de recursos e outros agentes do mercado. Na estreia desta conferência, Denise Carvalho vai moderar os painéis, com a participação de jornalistas convidados.

 

Painéis

08h | Cenário

Panorama: Diversificação territorial e a busca por maiores riscos e retornos

– Marcelo D´Agosto (Economista e sócio da InvestMate)
– Marcus Vinicius Gonçalves (Diretor e CEO da Franklin Templeton Investimentos Brasil)
– Stephan de Sabrit (Sócio do Grupo Leste)
Jornalista convidado: Aluisio Alves (Thomson Reuters)

09h | Fundos, ações e títulos

Visão global: Riscos, oportunidades e o impacto das eleições americanas

– Carlos Omine (Head do BB Américas)
– Roberto Lee (Fundador e CEO da Avenue)
– Rodrigo Marcatti (Sócio fundador da Veedha Investimentos)
Jornalista convidada: Karla Spotorno (Broadcast – Agência Estado)

10h | Mercado imobiliário

Perspectivas para a retomada e as apostas globais em cenário pós-pandemia

– Cassio Segura (Sócio-diretor da YellowFi Management)
– Daniel Malheiros (Sócio da RBR Asset)
– Marson Cunha (Diretor e estrategista da Midtown Capital Partners)
Jornalista convidada: Júlia Lewgoy (Valor Investe)

11h | Investimentos alternativos

Visão global e as estratégias de fundos, family offices e venture capital

– Luciano Lautenberg (Sócio da Kawa Capital Management)
– Marcelo Ferreira (Managing Partner e Sócio-fundador da Chromo Invest)
Jornalista convidada: Denyse Godoy (Revista Exame)

 

 

Artigos Relacionados

B3 lucra R$ 1,25 bi no trimestre, aumento de 22,5%

“As pessoas têm movimentado as suas carteiras em artigos de maior risco, mas quando olhamos mais adiante ainda há incertezas sobre a retomada econômica”....

Andrade Gutierrez diz que irá alienar os papéis da CCR

Os papéis da companhia de infraestrutura CCR puxavam as altas da B3 nesta sexta-feira após a Andrade Gutierrez Participações S.A. (AG Participações) anunciar intenção...

De olho na Eletrobras, setor privado não investe

Ação da estatal vale quase metade do que valia há 11 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

Tunísia pretende exportar 80 mil toneladas de frutas

País produz pêssegos, nectarinas, damasco, ameixa e estima aumento de 7% na safra de frutas em 2021; grandes importadores são Líbia, França e Itália.

Rio acaba com toque de recolher

Novas medidas têm validade até o dia 20 de maio; medidas podem ser revistas.