Ex-senador Luiz Estevão se entrega e está preso na Polícia Civil, em Brasília

O ex-senador Luiz Estevão já está no Departamento de Atividades Especiais da Polícia Civil do Distrito Federal. Ele se entregou no início da manhã de hoje aos policiais da Divisão de Captura que o aguardavam na entrada da residência do empresário, no Lago Sul, bairro nobre de Brasília.
Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do DF, Estevão será encaminhado ainda esta manhã para o Instituto Médico Legal (IML), onde fará exame de corpo de delito e, em seguida, será conduzido para a carceragem do Complexo da Polícia Civil.
A prisão do ex-senador foi determinada pelo juiz Alessandro Diaferia, da 1ª Vara Criminal de São Paulo, e tem como base o novo entendimento do Supremo Tribunal Federal, que no mês passado deu aval para prisão após condenação em segunda instância.
O ex-senador foi condenado pelo Tribunal Regional Federal em 2006 pelo escândalo das obras do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. Nos últimos anos, a defesa do empresário apresentou vários recursos ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo, conseguindo adiar o cumprimento da pena. Inicialmente, Estevão deverá cumprir pena de 31 anos de prisão pelos crimes de estelionato, corrupção ativa, formação de quadrilha e peculato.

Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Rejeição a Bolsonaro segue em alta

Segundo pesquisa Modalmais/AP Exata divulgada hoje, só 23,9% classificam como bom/ótimo.

Receita: mais 80 delegados entregam os cargos

Mais 80 delegados da Receita Federal do Estado de São Paulo entregarão os cargos nesta quarta-feira, de acordo com o Sindifisco estadual. Já são...

Terra indígena não homologada: retirada de proteção é inconstitucional

Para Cimi, 'conduta temerária e recorrente da atual gestão da Funai pode ser enquadrada como improbidade administrativa'.

Últimas Notícias

Pandemia aumenta acesso da população a serviços bancários

Os bancos digitais aumentaram o acesso da população brasileira a produtos financeiros, com destaque para a parcela de baixa renda. Atualmente 19% dos brasileiros...

Moby fecha 2021 com crescimento de 26%

Apesar da pandemia, da crise econômica e da redução na fabricação de veículos, a Moby corretora de seguros conseguiu fechar o ano de 2021...

Gama Saúde registra ganhos em nuvem da Oracle

A Gama Saúde, empresa do grupo Qualicorp e líder na oferta de serviços e soluções para empresas e operadoras de planos de saúde, teve...

MDS: Diretora de Resseguros quer ampliar atuação no Brasil

A MDS Brasil, uma das principais corretoras do país no segmento de seguros, resseguros, gestão de benefícios e consultoria de riscos, anuncia uma mudança...

Modelo do Santos Dumont favorece aeroportos de outros estados

Concessionária de Guarulhos pode pedir revisão de seu contrato se edital mudar.