Exame

O vice-presidente da Associação de Engenheiros da Petrobras (Aepet), Fernando Siqueira, comemorou a nacionalização da Repsol pelo governo da Argentina. “No cinquentenário da Aepet fizemos uma homenagem a Cristina Kirchner por sua postura nacionalista. Vamos torcer para essa onda chegar no Brasil”, disse Siqueira, defensor da imediata suspensão dos leilões do pré-sal pelo governo Dilma.

Para baixo
O professor da Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV-EESP) Rogério Mori prevê que o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, deve reduzir, nesta quarta-feira, a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto. Para Mori, a tendência de queda deve ser mantida nos próximos meses: “A Selic ainda deve cair mais nos próximos meses em função da atividade econômica relativamente fraca e da inflação, que começou a baixar. Além disso, as medidas anunciadas recentemente pelo governo vem atuando no sentido de tentar reduzir a taxa de juros na ponta do empréstimo. Esse movimento deve se manter nos próximos meses”, projeta Mori.

Ainda bizarra
Caso a previsão do professor se confirme, a Selic cairia para 8,5% ao ano. Apesar de ser notícia positiva, continuará a ser uma anomalia num mundo de juros negativos ou próximos de zero. Mais bizarra que a Selic tupiniquim, no entanto, são as taxas praticadas pelos bancos do Brasil, que, como se o país ainda tivesse inflação à Mailson da Nóbrega, beiram os 200% no cheque especial e no rotativo do cartão de crédito.

Clusters
A Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia de Informação, Software e Internet (Assespro) promove, no próximo dia 26, café da manhã, no Hotel Guanabara (Rio) com o diretor da entidade, Claudio Nasajon. Na pauta, o papel dos clusters – concentração de empresas com características semelhantes que se complementam. Os interessados podem se inscrever pelo endereço assespro-rj@assespro-rj.org.br.

Impunidade
Terça-feira, se completaram 16 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás, quando integrantes da PM do Pará assassinaram 19 trabalhadores sem-terra. Apesar da comoção nacional e internacional provocada pela barbárie, até hoje nenhum dos responsáveis foi punido. Para registro histórico, o governador do Pará à época era o tucano Almir Gabriel, que acabou reeleito para o cargo.

Trava
Com a votação em segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que restabelece a exigência do diploma de Jornalismo para exercício da profissão travada no Senado, as entidades da categoria decidiram recorrer à Câmara dos Deputados para agilizar o processo. A pedido do Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio, o deputado Walney Rocha (PTB-RJ) apresentou, no último dia 11, requerimento à Mesa Diretora da Casa solicitando a inclusão da proposta na Ordem do Dia. Diferentemente do Senado, no qual a proposta foi aprovada por esmagadora maioria, em primeiro turno, na Câmara, a PEC 386/2009, de autoria do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), sequer foi colocada em pauta, apesar de o requerimento de Rocha ser o 14º cobrando nesse sentido.

Tim-tim
Com a presença de 30 produtores, a embaixada da França no Brasil promoveu terça-feira, degustação com 200 vinhos da Borgonha, no Hotel Tivoli, em São Paulo. Nesta quinta-feira, repete a dose no Rio, às 14h30m, no Hotel Sofitel Copacabana, no Rio.

Tributos
Nesta quarta-feira, às 10h, o conselho da Micro e Pequena Empresa da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) realiza o debate Substituição Tributária do ICMS, às 10h, no auditório da ACRJ. Entre os debatedores, a presidente do Sescon-RJ, Márcia Tavares, o presidente do CDL-Rio, e Sindilojas, Aldo Gonçalves, o presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Paulo Melo, e o presidente do Conselho da Micro e Pequena Empresa, Claudio Nasajon. A ACRJ fica na Rua da Candelária 9.

Artigo anteriorTitanic de 1 milhão
Próximo artigoPreocupados
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É a saúde (além da economia), estúpido!

Vacinação e estímulos à economia andam juntos; Brasil fica para trás em ambos.

Cortes poupam petroleiras e ‘bolsa refrigerante’

Para liberar auxílio emergencial, governo prejudica setores essenciais.

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.