Executivo dos EUA ganha 278 vezes mais que trabalhador

O ganho médio dos executivos-chefes das 350 maiores empresas dos Estados Unidos cresceu 1.007,5% entre 1978 e 2018, já levando em conta a inflação, mostra pesquisa do Economics Policy Institute publicada pelo jornal britânico The Guardian. Nos mesmos 40 anos, o pagamento médio de um trabalhador cresceu apenas 11,9%. O executivo recebeu ano passado US$ 17,2 milhões, o que representa 278 vezes o salário de um empregado. Em 1965, um CEO ganhava 20 vezes mais que um trabalhador.

Um dos argumentos é que os ganhos obtidos no mercado de ações justificam os pagamentos aos chefes. Mas, nas mesmas quatro décadas, o índice S&P 500, das maiores companhias norte-americanas, teve valorização de 706,7%.

Os executivos receberam ainda mais em 2000, quando foi atingido o pico de US$ 21,5 milhões (valor atualizado pela inflação), na esteria das empresas de tecnologia. O estouro da bolha das pontocom levou à queda, que vinha sendo parcialmente recuperada até 2007, quando veio a crise de 2008 e rebaixou os rendimentos dos CEOs. Mas a recuperação foi rápida: desde 2009, os executivos viram seus pagamentos crescerem 52,6%, puxados pelas ações, enquanto o trabalhador teve que enfrentar salários estagnados (ano passado, houve crescimento, mas de apenas 1,6%).

 

Brasil mais modesto: ‘só’ 80 vezes

No Brasil, cálculo feito pela consultoria de RH Michael Page e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para o InfoMoney mostra que um presidente de companhia no Brasil ganhava ano passado 80,3 vezes mais que um trabalhador.

Mesmo com crise, a média do salário de CEO de empresas nacionais com faturamento entre R$ 100 e R$ 500 milhões aumentou 2% de 2017 para este ano, segundo o estudo de remuneração feito pela consultoria. A média do piso salarial mensal dos trabalhadores aumentou apenas R$ 10, de R$ 1.133 para R$ 1.143, nos últimos 12 meses, de acordo com o salariômetro divulgado pela Fipe.” O trabalhador recebeu em média R$ 14.859 em 2018 (com 13º e férias), enquanto o presidente faturou R$ 1.194.480 (incluindo bônus).

 

Saldo verde

O fim dos subsídios aos combustíveis fósseis poderia gerar até 4% do PIB global em recursos adicionais, calcula o Fundo Monetário Internacional (FMI). “Esse dinheiro gasto em outras prioridades pode ajudar a elevar o crescimento econômico de longo prazo, que é um ingrediente-chave para reduzir o ônus da alta dívida pública”, analisa o Fundo.

O FMI relaciona como subsídios – que chegam a 6,5% do PIB mundial – tanto o financiamento governamental para reduzir artificialmente o preço da energia abaixo do custo (0,4% do PIB mundial) quanto a subtaxação do consumo de combustível (6,1% do PIB global).

 

Quatro décadas

O Senado Federal realiza às 10h desta quinta-feira, sessão especial em homenagem aos 40 anos da Associação Nacional de Jornais (ANJ). O requerimento é de autoria do senador e jornalista Lasier Martins (Podemos-RS).

Fundada em 17 de agosto de 1979, a ANJ é integrada por quase 100 associados, que representam cerca de 90% do público leitor de jornais no Brasil, nos meios impresso e digital.

 

Casuísmo

Um aspecto parece estar esquecido na guerra comercial dos Estados Unidos (EUA) contra a China. Há algum tempo a China e a Rússia decidiram que, no vultoso comércio exterior entre os dois países, os pagamentos seriam feitos com uso das respectivas moedas e não mais com dólares dos EUA. Isto pode também ter levado o presidente Trump a acusar casuisticamente a China de fazer sabotagem cambial.

 

Alvo

No Brasil, são editadas 774 normas por dia útil. Só de normas tributárias são 46 por dia, quase 2 por hora. A MP que chamam de Liberdade Econômica ataca as relações de trabalho, mas passa longe da burocracia.

 

Rápidas

O ministro Néfi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), estará na OAB/RJ nesta sexta-feira, para falar sobre “Persecução penal e estado de direito: desafios o processo penal contemporâneo”. A palestra será às 14h15. Em seguida, haverá dois painéis de debates. A OAB/RJ fica na Av. Marechal Câmara 150, 4º andar, Centro *** Para celebrar o Dia do Solteiro, o Shopping Jardim Guadalupe promove, nesta quinta, show com o cantor Leandro Laranja, a partir das 19h. E o Shopping Grande Rio realiza, quinta e sexta, a campanha “Solteirando”.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

Mortes dos essenciais

Aumentam em mais de 50% óbitos de caixas, frentistas e educadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

‘Eu quero uma casa no campo…’

Êxodo urbano: mais de 1,3 milhão de famílias brasileiras pretendem migrar para áreas rurais.

Direita vence no Equador

Banqueiro Guillermo Lasso vence socialista Andrés Arauz no segundo turno da eleição.

Mercados internacionais abrem com cautela

Enquanto isso acontece lá fora, aqui Ibovespa ensaia leve alta.

Semana começando sob tensão

Desde a semana passada, segue a novela do Orçamento.

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.