Existe um bolsonarismo?

No contexto de antipetismo e antipolitica, Bolsonaro foi catapultado a catalisador de um movimento conservador.

Fatos e Comentários / 19:45 - 17 de nov de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Muitos intelectuais ainda discutem sobre o lulismo. O sociólogo Rudá Ricci, em livro que escreveu sobre o assunto, caracterizou-o como “demiurgo da finalização do país iniciada por Getúlio Vargas. O que os gramscianos denominariam de ‘revolução passiva’, pelo alto, conservadora porque pautada pela hipertrofia do Estado que (…) estabelece um pacto social pelo desenvolvimentismo caracterizado pela conciliação de interesses”. O lulismo “gerou e se alimenta da emergência da nova classe média brasileira”.

Seria cedo para dizer que existe um bolsonarismo? Jair Bolsonaro foi um parlamentar obscuro, com base eleitoral forte o suficiente para elegê-lo e a sua família, mas restrita. A condição de “mito” não se sustenta na sua trajetória. No contexto de antipetismo e antipolitica, Bolsonaro foi catapultado a catalisador de um movimento conservador que levou ao poder a versão mais radical e antinacional do neoliberalismo.

Para um cientista social, a surra que tomou nas eleições mostra a Bolsonaro que ele é passageiro, não timoneiro, do barco que navega no conservadorismo. O presidente aprendeu que sua popularidade foi qual um “V” invertido, com alta rápida movida a auxílio emergencial e queda tão veloz quanto com a retirada do dinheiro.

Uma eleição não é suficiente para definir um movimento social. Nem a de 2018, nem a de 2020. Fica a pergunta aos sociólogos: existe realmente um bolsonarismo?

 

Estresse dispara

O diretor médico da MedRio, Gilberto Ururahy, relata que registrou com a pandemia um crescimento de 65% para 87% entre os clientes com estresse e o percentual dos que sofrem de ansiedade passou de 18% para 36%. Também aumentou de 5% para 12% os executivos com sinais de esgotamento, o chamado burnout.

Líder no país em check-up de executivos, a MedRio vai lançar uma cartilha voltada para prevenção à saúde mental.

 

Sobreviveu

O professor Bayard Boiteux lança Memórias da pandemia de um carioca (Editora CRV), em que relata como tem vivido desde março e como cicatrizou feridas e se reinventou. O livro traz pensamentos, artigos, colagens e conta com depoimentos de amigos como Sérgio Costa e Silva e Viviane Fernandes, com prefácio de Thiago Oliveira.

A receita da venda dos livros até o lançamento, que será neste sábado, às 17h, pelo YouTube do autor, será destinada à ONG Nóiz Projeto Social. O livro impresso pode ser adquirido em editoracrv.com.br/produtos/detalhes/35340-memorias-da-pandemia-de-um-carioca

 

Manipulação

Detalhe nos documentos desclassificados pelos EUA, publicados pelo jornal El País, sobre a atuação ativa no golpe contra Allende: a manipulação, nos mercados internacionais, do valor do principal produto de exportação do Chile, o cobre, para afetar a economia chilena.

 

Rápidas

Os 30 anos do SUS serão debatidos nesta quarta-feira, 10h30, no canal TVIAB no YouTube *** Também na quarta, a Ágora Abrasco realizará o painel “Impacto da Lei de Liberdade Econômica na proteção da saúde”, que vai analisar as mudanças provocadas no Sistema Nacional de Vigilância Sanitária por conta da Lei 13.874/2019. Às 16h, na TV Abrasco *** Aasp realizará nesta quinta-feira, 16h, o webinário “Processo Civil com foco em processos previdenciários”. Inscrições aqui *** Voltado para a comunidade LGBT, o Glinta será realizado nesta quarta-feira, durante o congresso internacional realizado pela Inta. Montaury, Pimenta, Machado & Vieira de Mello é um dos patrocinadores do evento, 100% inclusivo e online *** Nesta quinta-feira, 16h, o Accountfy promove o webinário “Fechamentos Virtuais: a importância da boa governança financeira”, com Leandro Marchesi, da Locaweb. Inscrições aqui *** O projeto “Quintas Filosóficas”, do escritório Rubens Naves Santos Jr. Advogados, realizará dia 19, às 14h, debate virtual sobre as crises da democracia no Brasil e no mundo. O evento será conduzido pelo jurista Belisário dos Santos Júnior, ex-secretário de Justiça de São Paulo, e terá a participação do cientista político Sergio Fausto *** O professor Sérgio Monteiro ampliou o projeto “Missão Enem” para o Spotify, com aulas gratuitas de Língua Portuguesa e Literatura e dicas de Redação *** Karim Ajroud é o novo diretor de Finanças e Controle da Generali Brasil.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor