Exportação acelera economia do Marrocos

FMI afirma que país se fortaleceu em 2023 impulsionado por demanda doméstica e dinamismo das vendas externas

20
Navio carregado com contêineres (Foto: divulgação)
Navio carregado com contêineres (Foto: divulgação)

A economia do Marrocos se fortaleceu no ano passado em função da recuperação da demanda interna e do dinamismo das exportações, de acordo com relatório produzido por equipe técnica do Fundo Monetário Internacional, que visitou o país na primeira quinzena de fevereiro liderada por Roberto Cardarelli. A previsão do FMI é que o Marrocos cresça 3,6% neste ano.

Investimentos mais fortes devem favorecer a economia também no médio prazo. De acordo com o FMI, está previsto que a inflação siga caindo lentamente no Marrocos, com as pressões sobre os preços das matérias-primas e dos alimentos recuando. O organismo chama a atual orientação da política monetária do Marrocos apropriada e elogia os compromissos das autoridades com a consolidação fiscal a médio prazo.

O FMI também afirma que a proteção social, por meio de um cadastro social único, deve direcionar melhor o apoio às famílias que realmente necessitam. O fundo diz ainda esperar que a reforma do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) incentive a formalidade, expandindo a base tributária. O FMI recomenda conclusão da reforma fiscal, incluindo IVA, melhora da administração fiscal, racionalização de despesas, entre outras medidas.

Agência de Notícias Brasil-Árabe

Espaço Publicitáriocnseg

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui