Exportação de arroz do Camboja para a China aumenta mais de 17% no 1ºS

O Camboja exportou 168.280 toneladas de arroz beneficiado para a China no primeiro semestre de 2022, um aumento de 17,4% em relação ao mesmo período do ano passado, informa um relatório oficial nesta segunda-feira.

Xinhua - Silk Road

 

Phnom Penh, 18 jul (Xinhua) — O Camboja exportou 168.280 toneladas de arroz beneficiado para a China no primeiro semestre de 2022, um aumento de 17,4% em relação ao mesmo período do ano passado, informa um relatório oficial nesta segunda-feira.

A China continuou sendo o maior comprador de arroz cambojano durante o período de janeiro a junho deste ano, disse o relatório do Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca, acrescentando que a exportação para a China representou 51,4% do total de exportações do país da commodity.

O presidente da Federação do Arroz do Camboja (CRF, sigla em inglês), Song Saran, disse que a China é um grande mercado para o arroz cambojano e que o país deve exportar mais arroz para a China após o acordo comercial da Parceria Econômica Regional Abrangente (RCEP, sigla de “Regional Comprehensive Economic Partnership”) entrar em vigor em 1º de janeiro de 2022.

“O RCEP facilitará ainda mais o comércio de mercadorias entre o Camboja e a China, bem como outros países participantes”, disse ele à Xinhua. “Este pacto comercial megarregional proporcionará um maior acesso ao mercado para os produtos do Camboja, e acho que atrairá mais investidores estrangeiros para investir em vários setores, inclusive na indústria do arroz, para exportar produtos acabados para esses países da RCEP, com concessões tarifárias.”

Saran, que também é diretor executivo da Amru Rice (Cambodia) Co., Ltd., expressou que atualmente sua empresa exporta arroz beneficiado principalmente para China, Cingapura e Austrália.

De acordo com o relatório, o país do Sudeste Asiático exportou um total de 327.200 toneladas de arroz beneficiado para 51 países e regiões ao redor do mundo durante o primeiro semestre deste ano, um aumento anual de 16,6%.

Desse total, cerca de 98.624 toneladas foram embarcadas para o mercado europeu, um aumento de 47%, segundo o relatório. Fim

Leia também:

Ferrovia China-Laos facilita exportação de grãos de café

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Investidores favorecem ETFs médicos em meio a flutuações de mercado

As ações dos fundos negociados em bolsa (ETFs) médicos da China se recuperaram recentemente a favor da compra dos investidores, apesar do seu desempenho fraco em geral, informou Xinhua Finance nesta quarta-feira.

Baidu da China operará taxis autônomos em duas cidades

A gigante chinesa de tecnologia Baidu obteve a permissão para operar comercialmente táxis totalmente autônomos em vias públicas nas cidades de Wuhan e Chongqing.

SF Supply Chain fortalece a cooperação com o Grupo Michelin

A SF Supply Chain, o provedor líder de serviços de cadeia de suprimentos na China, anunciou recentemente que fornecerá soluções integradas e inovadoras de cadeia de suprimentos ao fabricante francês de pneus, Michelin Group, para fortalecer ainda mais a cooperação de cinco anos entre os dois lados, informou o comnews.cn nesta terça-feira.

Últimas Notícias

Burocracia bancária faz sete em cada 10 brasileiros perderem dinheiro

Já Pix alcança o segundo lugar no ranking de meios de pagamento aceitos pelo comércio eletrônico.

‘Americano’?

Por Eduardo Marinho.

Jô Soares, eterno em nossos corações e mentes

Por Paulo Alonso.

Microcrédito para taxistas será votado na terça

Projeto de André Ceciliano abre linha de até R$ 80 mil para renovar frota.

Safra de grãos deve ser de 271,4 milhões de t em 2021/22

Levantamento é da Conab; já queda nas safras leva à retração da Região Sul no primeiro trimestre.