Exportações do Brasil para o Canadá superam US$ 4 bi pela primeira vez

Saldo positivo para o Brasil dispara 547% entre janeiro e setembro de 2023, na comparação anual, e totaliza US$ 1,491 bilhão

24
Contêineres no porto (Foto: Tânia Rêgo/ABr)
Contêineres no porto (Foto: Tânia Rêgo/ABr)

Principais destaques foram ouro, óxido de alumínio, aeronaves e equipamentos, incluindo suas partes, e açúcares e produtos de confeitaria

As exportações do Brasil para o Canadá atingiram um nível recorde entre janeiro e setembro de 2023, superando os US$ 4 bilhões pela primeira vez na história da relação bilateral. É o que apontam dados copilados pelo estudo Quick Trade Facts, elaborado pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC).

Os embarques ao Canadá totalizaram US$ 4,2 bilhões (FOB) nos nove primeiros meses de 2023, um aumento de 5% em comparação a igual período do ano anterior, quando foram registradas vendas externas de US$ 3,9 bilhões (FOB).

Espaço Publicitáriocnseg

O bom desempenho ajudou a balança bilateral a fechar com um saldo positivo para o Brasil de US$ 1,491 bilhão (FOB), um salto de 547% sobre igual intervalo de 2022, quando o resultado havia sido negativo em US$ 334 milhões.O Canadá figura atualmente na 12ª posição como o maior destino das exportações brasileiras. Já no ranking das importações, o país ocupa a 15ª posição.

Entre janeiro e setembro de 2023, a corrente de comércio – que representa a soma das importações e exportações – totalizou US$ 6,85 bilhões (FOB), uma queda de 17% frente aos US$ 8,223 bilhões (FOB) alcançados em igual período do ano anterior. O recorde foi visto no acumulado de 2022, quando ultrapassou a cifra de US$ 10 bilhões (FOB) pela primeira vez em 12 meses.

Em média, a CCBC realiza oito missões comerciais do Brasil para o Canadá a cada ano, relacionadas a temas como: inteligência artificial, alimentos e bebidas, mineração, Indústria 4.0, cidades inteligentes, inovação em saúde e sistema médico-hospitalar, tecnologias limpas, transição energética e até economia criativa.

Os principais destaques nas exportações brasileiras ao Canadá e com maior peso na balança comercial no período foram: ouro (27% do total exportado); alumina (óxido de alumínio) representando 22% do total; aeronaves e equipamentos, incluindo suas partes (11%), e açúcares e produtos de confeitaria (9%).

As compras de produtos canadenses totalizaram US$ 2,7 bilhões (FOB) entre janeiro-setembro de 2023, recuando 38% frente à igual período de 2022, quando somaram US$ 4,3 bilhões (FOB). A queda, em especial, está atribuída a compra de adubos e fertilizantes, que ganharam destaque no ano passado por conta do conflito entre Rússia e Ucrânia.

As importações desta categoria totalizaram US$ 1,65 bilhão (FOB) no período em análise, 50% menor em relação aos US$ 3,25 bilhões vistos um ano antes. Apesar do recuo, adubos e fertilizantes continuam na liderança dos produtos mais comprados do Canadá, com um peso de 61% no total de importações.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui