Exportador de capitais

A informação, divulgada pela Bovespa, de que os investidores estrangeiros – incluídos nessa categoria, os estrangeiros genéricos dos paraísos fiscais, como Ilhas Cayman – lideraram as aplicações na bolsa, em 2005, respondendo por 33,16% dos negócios, é mais fonte de preocupação do que de comemoração. Com bolsa brasileira registrando fortes ganhos há três anos, essa presença é sinônimo de forte pressão sobre as contas externas do país, via remessas de gordos lucros.

Farra do mercado
Como apenas em 2005 o saldo líquido dos investidores estrangeiros na Bovespa atingiu R$ 5,86 bilhões e o índice Ibovespa subiu 27,71%, dá para se ter uma noção do peso das remessas de lucro sobre o balanço de pagamento do país. Junte-se a isso o dólar baratinho e tem-se uma mistura explosiva.

100% nacional
O Genius Instituto de Tecnologia, especializado em pesquisa e desenvolvimento de tecnologia para as áreas de eletroeletrônica e telecomunicações, acaba de realizar os primeiros testes com a sua suíte 100% brasileira para aplicações interativas em TV digital. A solução será utilizada no projeto de ensino à distância da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas.
O sistema digital funciona através de um adaptador que permite a captação de sinais digitais (set-top box) em TVs comuns integrado aos softwares do Genius. “Com essa base tecnológica simples e de baixo custo, novos serviços e conteúdos podem ser facilmente incluídos conforme a necessidade do cliente”, afirma Miguel Branco, pesquisador na área da TV Digital do instituto.
Mais do que os equipamentos, é o controle do software que fará a diferença na TV digital. Enquanto no governo alguns fazem força para que o Brasil se renda à força das empresas estrangeiras e se torne um pagador de royalties, iniciativas como a do Genius mostra que um caminho soberano é não só imprescindível, como possível.

Ressaca
A construção dos novos quiosques de Copacabana está destruindo uma manta de proteção contra ressacas feita com pedras, denuncia a Comissão de Meio Ambiente da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj). O Conselho Regional de Engenharia (Crea)participou da vistoria das obras. A questão da destruição da manta de proteção contra ressacas foi levantada depois do aparecimento de pedras na praia, após a festa de Ano Novo. O Crea informou que a concessionária Orla Rio e a Lafer Engenharia, responsáveis pelas obras, serão indiciadas por negligência.

Plataforma
Será dia 26, no Porto Novo de Rio Grande, a inauguração do canteiro de obras da Quip S/A. A empresa, controlada pela Queiroz Galvão (55%), Ultratec (35%) e Iesa (10%), foi criada para a construção e integração da plataforma de exploração de petróleo e gás P-53, da Petrobras. Instalada em 200 mil m², a Quip investiu R$ 12 milhões na infra-estrutura do canteiro de obras. Além de ter garantido o terreno para a implantação do empreendimento, o Governo do Rio Grande do Sul, em parceria com o Senai, realiza cursos de qualificação da mão-de-obra para a população local.

Veto
O Projeto de Lei 1071/2003, do deputado estadual Jorge Picciani (PMDB-RJ), que obriga a instalação de unidade de tratamento de águas servidas em prédios de apartamentos foi vetado pela governadora Rosinha Garotinho, que atendeu solicitação das empresas de construção, que garantem que a obrigação oneraria os empreendimentos imobiliários.

Isonomia
Trabalhadores contrários à proposta do presidente Lula de, sob a capa de “reforma trabalhista”, reduzir direitos trabalhistas, estão defendendo importante mudança no projeto caso ele venha, de fato, a ser votado no Congresso: acabar com os sindicatos. Em seu lugar, os trabalhadores passariam a ser representados pelas agências reguladoras, aquelas que não perdem uma batalha em defesa das concessionárias instaladas no país.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Cem anos de Celso Furtado

A atualidade de um dos mais importantes intelectuais do planeta.

A Disneylândia espacial dos trilionários

Jornada nas estrelas escancara a desigualdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Os ventos estão mudando

Por Afonso Costa.

Afeto e arte no Rio de Janeiro

Obrigado a todos que contribuíram para uma análise sensorial da vida pandêmica