Exterior cauteloso pode limitar avanço do mercado local

44
Dólar (Foto: divulgação)
Dólar (Foto: divulgação)

Segundo a Travelex, empresa de câmbio, neste início de semana, o mercado segue em compasso de espera pelas decisões de política monetária do Copom, no Brasil, do Federal Reserve (FED), nos EUA e do Banco Central Europeu (BCE), bem como as falas de Jerome Powell, presidente do FED e de Christine Lagarde, presidente do BCE. Nos indicadores, a semana conta com a divulgação dos índices de gerentes de compras composto e de serviços no mês de abril nos EUA, na Europa e na China, o que ajuda o mercado a entender as expectativas dos gerentes de compras de diversos setores, sinalizando o quão aquecido está a economia desses lugares.

Por fim, na sexta-feira será divulgado o relatório de empregos dos EUA, o payroll, que deve movimentar os mercados.

Por aqui, poderemos ter um dia de baixo desempenho nos negócios locais em função do sinal negativo das Bolsas globais nesta manhã. Este mau humor deriva da elevação das apostas pela First Republic em novas altas de juros nos EUA e na Europa, o que geram preocupações em relação à economia global e uma possível recessão. Com isso, poderemos observar movimentações entre bandas menores no dólar e nos juros futuros, como é visto nos juros dos Treasuries, que operam no negativo. Além disso, o dólar ganha força ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o que pode pressionar o câmbio, uma vez que estas moedas são pares do real.

No exterior, os contratos futuros de petróleo negociam em queda marginal enquanto investidores deste mercado aguardam pelas novas decisões de política monetária. Nos EUA, os índices futuros acionários também caem, devido aos investidores avessos ao risco. Na Europa, o sinal também é negativo nas principais Bolsas, diferente da Ásia, onde as Bolsas fecharam majoritariamente em alta nesta segunda-feira.

Espaço Publicitáriocnseg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui