Exterior deve beneficiar ativos locais

Investidores e mercado começam o dia acompanhando decisão do BCE, sendo continuada pela entrevista de Christine Lagarde.

Investidores e agentes de mercado começam o dia acompanhando a decisão da política monetária do Banco Central Europeu, sendo continuada pela entrevista de Christine Lagarde. Não obstante, uma série de balanços corporativos nos EUA ajudarão a guiar os humores dos mercados no dia de hoje. No que se refere exclusivamente ao Brasil, os ativos locais devem ser beneficiados pela percepção de melhora global externa, ajudando o índice Ibovespa a impulsionar o mercado acionário. No entanto, a volatilidade doméstica continua frente às incertezas na esfera política. Em última análise, circunscrita por esta última, o desgaste entre o Governo Federal e o Legislativo faz com que o presidente da República, Jair Bolsonaro, precise mexer em alguns ministérios, pressionado pelo denominado Centrão.

As Bolsas europeias e os índices futuros de Nova Iorque amanhecem com ganhos nesta quinta-feira. As atenções se voltam para a temporada de balanços e também para a decisão referente aos juros do Banco Central Europeu. Em paralelo, investidores monitoram a aprovação do pacote de infraestrutura nos EUA depois do presidente americano, Joe Biden, verbalizar que novas conversas com os republicanos devem ser seguidas por resoluções e aprovações. Às 7h11, a Bolsa de Londres subia 0,23%, a de Paris tinha elevação de 0,74% e a da Alemanha subia 0,84%. Enquanto isso, no mercado futuro estadunidense, o Dow Jones subia 0,22%, o S&P 500 avançava 0,16% e o Nasdaq tinha alta de 0,08%. Por fim, do outro lado do globo, as Bolsas asiáticas encerraram a sessão em alta no dia de hoje. Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,3% e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,5%. No Japão, um feriado manteve os mercados fechados. Em Hong Kong, o Hang Seng encerrou com ganho de 1,8% e o Kospi subiu 1,1% em Seul. Na Oceania, o S&P/ASX 200 da Bolsa australiana subiu 1,1% em Sydney.

.

Pedro Molizani

Trader Mesa Câmbio do Travelex Bank

Artigos Relacionados

Previsão para dólar vai de R$ 4,80 a R$ 5,45

Moeda norte-americana subiu 4,7% em julho; Bolsa caiu 3,9%.

Mercados caem no último pregão do mês com receios advindos da Ásia

Futuros nos EUA abrem em queda, pressionados pelos receios advindos do Extremo Oriente e pelo avanço da Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...