Fábrica da Tesla em Xangai usará mais inteligência artificial

Levará algum tempo para empregar a IA de forma completa e eficaz em uma situação de fábrica.

Mercado Financeiro / 01:29 - 10 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Mais inteligência artificial (IA) e softwares essencialmente mais inteligentes serão usados na gigafábrica da Tesla em Shanghai, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, em seu discurso na cerimônia de abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial (WAIC, em inglês) nesta quinta-feira.

Musk também destacou que levará algum tempo para empregar a IA de forma completa e eficaz em uma situação de fábrica.

Segundo ele, uma fábrica pode ser considerada como um coletivo complexo e cibernético envolvendo seres humanos e máquinas. O componente robótico das empresas manufatureiras é muito superior.

Acho que, com o tempo, haverá mais empregos e ter empregos será opcional. Uma das premissas falsas que às vezes as pessoas têm sobre a economia é que há um número finito de empregos. Definitivamente, não há um número finito de empregos”, disse ele, acrescentando que sua maior preocupação com o crescimento é ser capaz de encontrar humanos suficientes.

No final de seu discurso, Musk agradeceu o árduo trabalho da equipe chinesa e comentou que deseja visitar a China no próximo ano. A WAIC 2020 está sendo realizada em Shanghai entre 9 e 11 de julho.

 

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor