‘Falida é a sociedade que prefira ignorância ao conhecimento’

Reitor da UFBA desmonta obscurantismo e mostra os benefícios da universidade pública.

A universidade pública não está falida. Falida estará a sociedade brasileira, se renunciar à autonomia científica em favor de uma subordinação a interesses estrangeiros, se optar pela discriminação e não pela colaboração científica, cultural, acadêmica, se renunciar enfim às condições de procura e de produção da verdade. Repito. A universidade pública brasileira não é um projeto falido. Falida estará sim a sociedade que prefira a ignorância ao conhecimento, que renuncie à ciência e à cultura em favor do preconceito e do obscurantismo.” A fala contundente é do reitor João Carlos Salles (UFBA), presidente da Andifes, em audiência pública da Câmara dos Deputados, na semana passada.

O presidente da associação dos reitores das federais afirmou que os que procuram resultados imediatos, não têm os olhos no futuro comum. “A universidade pública é o lugar da produção científica em nosso país. Ela é a fonte de tecnologia e inovação. Ela é também o lugar de reflexão sobre a sociedade e de representação de políticas públicas. Ela é o lugar de críticas, de criação, de arte e cultura. É critério para o que é qualidade acadêmica, sendo pautada por objetivos postos em comum pela sociedade e gerida com transparência e, vale enfatizar, conforme valores e princípios democráticos.”

João Carlos Salles não se furtou a apontar problemas. Um deles, que a universidade pública divulga mal seus resultados. “Continua seu trabalho, como se fosse pacífico seu valor e inconteste a necessidade de mais e mais investimentos”, criticou. Mas destacou o compromisso inegociável com a ciência brasileira.

 

Não é nada, não é nada…

Destoando do mercado financeiro, do governo e de economistas, a FGV acredita que o PIB brasileiro crescerá 1,1% este ano. As estimativas dos demais giram em torno de 0,8%–0,9%. A diferença, na verdade, pouca importância tem além do simbolismo de que o Brasil não cresceu ainda menos do que no Governo Temer.

 

Carro 4.0

A indústria automotiva está em um ponto de inflexão, com queda na venda de veículos, aponta o estudo “Direct: A new way for OEMs and dealers to thrive in times of disruption”, da consultoria Accenture, em que discute o futuro do segmento, que enfrenta quatro megatendências, de prazos distintos de realização: veículos elétricos, veículos sem motorista, conectividade e economia compartilhada.

Pesquisas revelam que 20% dos consumidores estão insatisfeitos como o modelo de negócios de como os veículos nesse momento estão sendo vendidos. Assim, o texto sugere a prática de um modelo complementar de vendas, mais informatizado e com utilização intensa de online.

Um desafio para o segmento e uma boa referência para o setor de seguros”, conclui o consultor Francisco Galiza, da Rating de Seguros.

 

Já ouviu falar no DPO?

Organizar-se para proteger pessoas queridas, assegurar bichos de estimação e limitar riscos aos seus bens. Estes são alguns dos usos do Documento Prático Organizacional (DPO). Nele, pode-se reunir dados e documentos para os momentos em que não estiver presente. Serve também para indicar um conjunto de ações práticas a serem executadas no caso de imprevistos.

A Gouvêa Advogados Associados (GAA) oferece uma cópia gratuita do DPO Básico para livre preenchimento. Basta encaminhar e-mail para [email protected] ou mandar mensagem no WhatsApp (21) 99687-5880.

 

Arrocho renovado

Fonte muito próxima a Paulo Guedes garante que, agora que o desmonte da Previdência foi concluído, o governo enviará logo ao Congresso projeto retomando as medidas contra direitos trabalhistas que foram rejeitadas na votação da MP 881, a da “Liberdade Econômica”.

 

Rápidas

Nesta quinta-feira, às 15h, no Clube de Engenharia, debate sobre “A Base de Alcântara e a Soberania Nacional depois do Acordo” *** Também na quinta, das 10h às 15h, em parceria com a Secretaria de Saúde de São João de Meriti, o Shopping Grande Rio receberá uma unidade móvel para realização de exame preventivo *** O Carioca Shopping recebe 14ª edição da Expo Noivas e Festas Diga Sim de 25 a 27 de outubro *** O presidente da Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (Anab), Alessandro Acayaba de Toledo, participa, nesta quinta-feira, em São José do Rio Preto (SP), do I Congresso Brasileiro de Direito Médico Faceres. Comporá a mesa que debaterá a postura do Poder Judiciário na área de saúde.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

União perde bilhões de dólares no petróleo

Lei isentou campo mais produtivo de pagamento de participações especiais.

Taxa de carbono vai custar quase € 800 mi à Turquia

Barreira ambiental da União Europeia é alerta para o Brasil.

Sonho da casa própria fica mais distante

Contratação de moradias com recursos do FGTS cai ano após ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lucro da Petrobras deve ter alta forte para R$ 23 bilhões

Resultado previsto para o segundo trimestre vem com alta de preços e vendas.

PEC do calote quer elevar Bolsa Família para R$ 400

Proposta é parcelar dívidas reconhecidas pela justiça para criar o Auxílio Brasil.

Preços de commodities turbinam balança comercial

Mesmo com valores recordes de produtos básicos, exportações cresceram menos que importações.

Pagamentos indevidos de auxílio somam R$ 437 milhões

TCU descobriu 747 mil pessoas que receberam ajuda emergencial sem ter direito.

União perde bilhões de dólares no petróleo

Lei isentou campo mais produtivo de pagamento de participações especiais.