Faltou

Denúncia de uma fonte no Operador Nacional do Sistema elétrico: o blecaute que atingiu a Região Nordeste poderia ter sido minimizado se o ONS tivesse feito diversos estudos de recomposição para a região. “O restabelecimento das cargas da cidade de Natal se deu após mais de quatro horas da ocorrência por insuficiência de estudos de recomposição do sistema.”

Transporte militar
Esses jogos não vão ser iguais àqueles que passaram… Parece que os Jogos Mundiais Militares vão deixar o tal “legado”, tão falado no momento de conquistar o direito a realizar os eventos, quanto esquecido poucos meses após a realização. Uma delegação de empresários japoneses está no Rio de Janeiro para coleta de dados do tráfego na cidade visando à implementação de um modelo de Sistemas de Transporte Inteligente. Redução de acidentes, melhor disponibilidade do transporte público, menor tempo de deslocamento e redução de emissões de CO2 são algumas das vantagens. O modelo permanecerá em avaliação durante os Jogos de 2011 e funcionará na Copa do Mundo (2014) e nos Jogos Olímpicos (2016).

Água militar
A Nova Cedae, estatal de saneamento do Rio de Janeiro, será a fornecedora oficial de água para os atletas que participarão dos Jogos Mundiais Militares, entre 16 e 24 de julho. São esperados 8 mil participantes, sendo 6 mil atletas e 2 mil delegados de mais de 100 países. A empresa fez o mesmo nos Jogos Pan Americanos de 2007.

Embolando a sigla
O cônsul-geral do México em São Paulo, José Gerardo Traslosheros Hernández, aposta que até 2020 o Brasil estará entre as cinco maiores potências mundiais, e o México passará a fazer parte dos Brics.

Água na cerveja
O Conselho de Autorregulamentação Publicitária (Conar) determinou que a Ambev retire do mercado a propaganda que faz menção ao calor no Rio de Janeiro (40 graus no Rio de Janeiro). A ação foi proposta pela rival Petrópolis, que alega que a peça “estimula o consumo da cerveja Brahma em flagrante desacordo com a legislação. Nas peças existe a clara intenção de estimular o consumo com a utilização dúbia do termo “pede” e não há advertência com relação ao consumo de bebidas alcoólicas”. A liminar do Conar teria levado em conta apenas a ausência das frases de advertência ao consumo de álcool, obrigadas por lei.

Ronaldo 6,6
O número acima é a média das notas dadas ao ex-jogador pelo jornal O Globo – um dos veículos de mídia que mais exaltaram a carreira de Ronaldo, apesar da evidente decadência dos últimos anos – nas partidas que disputou em Copas do Mundo. O atacante, que no total participou de 19 jogos nos Mundiais de 1998, 2002 e 2006 – em 1994, embora convocado por Carlos Alberto Parreira, não atuou em qualquer partida – obteve sua melhor média em 2002, quando o Brasil conquistou seu quinto título: 7,5. Em 1998, o jornal concedeu-lhe média 6,5 e em 2006, 4,9. Embora, como ensina a relação dos brasileiros com os economistas, médias possam ser enganosas, é estranho conceber que a média para ingressar no panteão dos gigantes do futebol brasileiro – muitos dos quais sem desfrutar do mesmo marketing de Ronaldo – seja, digamos, tão média.

Melhorando a imagem
A paranóia alimentada pelo Governo George Bush para manter o clima de combate permanente ao terrorismo, como era previsível, provocou forte impacto na procura de turistas pelos Estados Unidos. Para tentar minimizar as perdas decorrentes das dificuldades impostas aos que insistem em visitar o país, o governo, em associação com o setor privado, criou, em 2009, a Lei de Promoção de Viagens, para promover os EUA como destino de viagem. Para financiar a campanha, a lei determinou a cobrança de taxa de US$ 10 dos viajantes participantes do Programa de Isenção de Vistos, quando estes usam o Sistema Eletrônico de Autorização de Viagens (Esta). Implantado em setembro de 2010, o Esta cobra taxa de administração de US$ 4.

Artigo anteriorCaro
Próximo artigoReferências
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Argentina fechará com China parceria do Cinturão e Rota

Iniciativa pode ser pontapé inicial para desenvolvimento e integração da América Latina.

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Castello Branco diz adeus à Petrobras

Assembleia de acionistas da estatal aprovou a destituição.

Alerj pede ao STF suspensão do pagamento de dívida na pandemia

Alerj estima que desde março de 2020, quando se iniciou a pandemia, o Estado do Rio já quitou R$ 1 bilhão em juros da dívida com a União.

Governo Bolsonaro tumultua e população vive drama para receber auxílio

Consórcio do Nordeste, formado por todos os governadores da região, defende que governo descentralize pagamento do benefício.

Indústria do cimento cresce 19% no 1º tri

Mau desempenho no primeiro trimestre de 2020, em razão das fortes chuvas e do início da pandemia, frente ao mesmo período de 2021, refletiram na alta do setor.

Metroviários de SP param por vacinas e lockdown

Greve de 24 horas pede medidas de prevenção contra Covid para trabalhadores do transporte público.