Fazenda Três Irmãos

Localizada em Paraíba do Sul (RJ), tem 21,2 alqueires e parte está deteriorada.

Leilão e Cia / 17:57 - 26 de ago de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os Brame, leiloeiros Teresa Brame e Leandro Brame – mãe e filho, têm a experiência de mais de 50 anos em sua trajetória profissional pelo Rio, oferecendo bens de centenas de empresas privadas de grande e médio porte, instituições públicas, além de bens alienados pelo poder judiciário.

Atuação com tecnologia de ponta para a realização de leilões online e/ou simultâneos – presencial e online, como o pregão que venderá a Fazenda Três Irmãos nesta sexta-feira (28) às 15h, pela melhor oferta desde que o lance não seja inferior a 75% do valor atribuído ao bem na avaliação/reavaliação, que será realizado no escritório localizado na Travessa do Paço, 23, grupo 1212, Centro (RJ) e online no website para clientes que se cadastrarem.

A fazenda tem vários prédios distribuídos, com suas especificidades pecuária e de residência. Alguns se encontram deteriorados, faltando alguns elementos. Está situada na área rural do Município de Paraíba do Sul (RJ), medindo 21,2 alqueires, conforme planta com levantamento planimétrico fornecida por seu então administrador e localizado na Estrada Francisco Corval Alonso, 1.500, Distrito de Inconfidência, com suas respectivas benfeitorias/construções, onde há posto de saúde, posto dos Correios, cartório, comércio de pequeno porte, igreja matriz e praça.

Há uma área de reserva natural; tem uma plantação de cana orgânica (5,28ha) aparentemente destruída; plantação de eucalipto (16,42ha) está consideravelmente prejudicada, apresentando parte majoritária das árvores secas. As plantações de Capim Napier (5,5ha) e de Capim Tifton (3ha) estão secas e prejudicadas. A propriedade atualmente apresenta estado de conservação geral precário devido à ação temporal combinada com a ausência de manutenção. O terreno apresenta-se, em geral, é acidentado. Detalhes de todos os prédios constantes na fazenda estão no edital que está publicado online no website dos Brame.

 

Cobertura no Recreio e outros imóveis

A experiente leiloeira Silvani Lopes Dias traz uma bagagem de trabalhos que a fizeram ser respeitada perante amigos, colegas de profissão e clientes. Silvani é bacharel em Direito, membro da Associação Brasileira dos Leiloeiros (ABL), exerce seu terceiro mandato como Presidente do Sindicato dos Leiloeiros do Estado do Rio de Janeiro e é membro da Associacion Americana de Rematadores, com sede em Buenos Aires, Argentina.

A experiência se ampliou com o uso da internet para receber os lances de clientes, que podem estar em qualquer lugar do mundo. A lista de leilões programados está em seu website, onde os lances online são feitos por clientes cadastrados previamente.

Um imóvel no Recreio dos Bandeirantes está com lances em aberto, e o fechamento será na quarta-feira (2) às 14h, oportunidade para quem quer investir ou residir em uma cobertura na Avenida Almirante Rangel, 666, apartamento 302, com 203m² e duas vagas de garagem. O lance inicial desta segunda data começa em R$ 400 mil, e o imóvel será vendido ad-corpus, sendo importante lembrar que o comprador pode visitar antes de oferecer seu lance, evitando surpresas da qual não poderá reclamar após fechamento da compra.

Outros imóveis estão descritos na lista, que tem os correspondentes editais publicados online e, dúvidas podem ser esclarecidas no escritório da leiloeira localizado na Avenida Treze de Maio, 13, grupo 1801, Centro (RJ).

 

Sucatas de veículos retidos ou apreendidos

O leiloeiro Edgar de Carvalho Júnior tem vasta experiência em pregões judiciais e extrajudiciais, de empresas privadas, de órgãos públicos e, também, de pessoas físicas em geral. Edgar já listou os pregões deste período em seu website, e está marcado que vai vender a sucata de veículos, são 331.100 kg, que estão sendo disponibilizados pelo Detro-RJ e estão em pátios terceirizados para visitação dos interessados. Os lances serão feitos eletronicamente pela internet, no website somobi.com.br onde a sessão pública será realizada na próxima segunda-feira (31) às 13 horas.

A sucata é inservível identificado e inservível não identificado (automóveis e motocicletas), retidos e/ou removidos, não reclamados por seus proprietários no prazo legal, para o maior lance ofertado; serão entregues livres e desembaraçados de débitos anteriores ao leilão, outros débitos devem ser por conta do comprador, o que pode ser visto no edital publicado no website do leiloeiro. Além deste, Edgar tem outros pregões com datas marcadas, como o de prefeituras do Rio de Janeiro, bens da empresa portuária Docas do Rio de Janeiro, entre outros. O escritório está na Avenida Treze de Maio, 47, grupo 912, Centro (RJ).

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor